sicnot

Perfil

Cultura

Licitação de meio milhão de euros insuficiente para quadro de Paula Rego

Uma licitação de 420 mil libras (541 mil euros) foi insuficiente para se efetivar a aquisição do quadro de Paula Rego, hoje, num leilão em Londres, confirmou a leiloeira.

Paula Rego

Paula Rego

AP

"The Bullfighter's Godmother" ("A madrinha do toureiro"), um quadro de acrílico em papel sobre tela, datado de 1990-91, tinha uma estimativa de base, entre 500 mil e 700 mil libras (687 mil e 961 mil euros).

Apesar de ter recebido a licitação de meio milhão de euros, esta não atingiu o preço mínimo determinado pelo vendedor, um coleccionador norte-americano.

"Não foi vendida", confirmou uma porta-voz da Sotheby's à agência Lusa.

De acordo com a informação da leiloeira, que levou esta obra à praça, juntamente com outras peças de arte contemporânea, este é um dos melhores exemplos do trabalho de Paula Rego e faz parte de um dos períodos mais significativos da sua carreira.

A imagem mostra um quarto austero e sem janelas, onde estão de pé os dois protagonistas: a madrinha, a dar os últimos retoques no fato do toureiro, enquanto uma rapariga aguarda sentada, com a capa do toureiro sobre as pernas.

"Em 'The Bullfighter's Godmother', Rego pega na longa tradição da história de arte de retratos de toureiros, de Velázquez a Goya, Manet e Picasso", lê-se no catálogo.

Porém, acrescenta a apresentação da Sotheby's, "em vez de se centrar no heroísmo e dinamismo da tourada, Rego fixa a sua inimitável visão artística na tragédia pessoal que tem lugar por detrás de portas fechadas, longe do espetáculo público da praça de touros".

A tela fez parte de muitas exposições no Reino Unido, incluindo no museu The National Gallery, em 1991, após um período da pintora como artista associada.

O quadro foi à praça no Leilão de Arte Contemporânea, entre várias obras de Andy Warhol, Lucio Fontana, Frank Auerbach e Jean Michel Basquiat, entre outros.

Aquele que recebeu a licitação mais elevada foi "Pregnant Girl", de Lucian Freud, arrematado por 16 milhões de libras (22 milhões de euros), quase dez milhões de euros acima da estimativa mais elevada para a obra, que era de 13,7 milhões de euros.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.