sicnot

Perfil

Cultura

Adele chorou "o dia todo" após problema de som nos Grammy

Adele revelou que chorou "o dia todo" depois dos problemas de som que arruinaram a sua atuação nos Grammy. A voz do hit "Hello" foi criticada na altura e explicou que a atuação correu mal e garantiu que não estava fora de tom.

Matt Sayles

Foi com a balada "All I Ask" que Adele decidiu voltar aos Grammy. No entanto, algo falhou na atuação da cantora britânica e as críticas, claro, não tardaram em aparecer.

Adele ficou triste e mostrou o descontentamento através de uma mensagem na rede social Twitter : "O microfone do piano caiu sobre as suas cordas, que era onde estava o som da guitarra. Isso fez com que o som ficasse fora de tom", segundo o Mirror.

Mas foi no programa de Ellen DeGeneres que revelou ter ficado lavada em lágrimas. A cantora de 27 anos disse à apresentadora: "Chorei o dia todo, ontem".

Adele revelou que estava mais nervosa do que nunca, pressão que sentia devido ao sucesso do seu recente disco "25". Afirmou que, a partir de agora, vai estar preparada quando alguma coisa correr mal. E se isso acontecer, a cantora garante "A próxima vez que tiver algum problema de som, vou parar", "E direi: desculpem, isto não está a dar para mim. Se tivermos tempo, fá-lo-emos de novo. De outra forma, adeus!".

  • Elton John participa no "Carpool Karaoke"
    0:37

    Cultura

    Elton John foi o convidado de James Corden, na série de vídeos "Carpool Karaoke". O músico britânico aceitou a boleia do apresentador do programa "The Late Late Show with James Corden", emitido nos Estados Unidos. Numa viagem por Los Angeles, cantaram temas icónicos de Elton John, como "Crocodile Rock" ou "Don't Let the Sun Go Down On Me". O "Carpool Karaoke" é partilhado no canal Youtube. Adele, Justin Bieber ou Stevie Wonder já foram convidados. O conceito passa pela partilha de um automóvel particular por pessoas que fazem um mesmo percurso.

  • Adele regressa aos Grammy ao fim de quatro anos
    2:29

    Cultura

    A entrega dos prémios Grammy decorreu, esta noite, em Los Angeles. Entre os vários artistas que atuaram durante a cerimónia esteve Adele, após quatro anos de ausência. Os grandes vencedores da noite foram o rapper Kendrick Lamar, com cinco prémios, e a cantora Taylor Swift, com três, incluindo o de melhor álbum,

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49