sicnot

Perfil

Cultura

Alejandro Sanz interrompe concerto no México para defender uma mulher

Alejandro Sanz interrompeu o concerto de sábado passado em Rosarito, no México, para pedir a expulsão de uma das pessoas que assistia. O cantor espanhol acusou-o de agredir uma mulher.

Chris Pizzello

Aconteceu durante a primeira canção, enquanto o público gritava eufórico ao ritmo da música "La música no se toca". De repente, Alejandro Sanz deixou de cantar, apontou para um homem no público, largou a guitarra e desceu do palco, de acordo com o BBC Mundo.

Perante o ar espantado da audiência, e do coro que continuou a cantar, o cantor espanhol encarou o homem. Segundo as informações que a imprensa local deu, em causa estaria a perseguição a uma mulher.

Alejandro Sanz disse algo a um dos seguranças e voltou a subir ao palco e disse "isso não se faz". O homem foi expulso do concerto e quando a canção chegou ao fim, Sanz explicou o que aconteceu: "Peço desculpa por este episódio, porque não concebo que ninguém toque em ninguém (...) e muito menos numa mulher".

O momento foi registado por centenas de telemóveis.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00