sicnot

Perfil

Cultura

Morreu a artista plástica Ana Vieira aos 74 anos

A artista plástica Ana Vieira, de 74 anos, morreu durante a madrugada de hoje num hospital em Lisboa, vítima de cancro, disse à agência Lusa fonte da Galeria Graça Brandão.

http://anavieira.com/

De acordo com o galerista José Mário Brandão, o corpo da artista, que se encontrava hospitalizada há algum tempo, estará em câmara ardente na Capela do Rato, em Lisboa, a partir das 17:00 de terça-feira.

Na quarta-feira, será realizada uma missa de corpo presente às 15:30, e a artista será cremada às 17:30, no Cemitério do Alto de São João, em Lisboa.

"Perdemos uma grande artista e uma grande amiga", comentou o galerista à Lusa, acrescentando que o falecimento acontece numa altura em que uma das obras mais recentes de Ana Vieira, "A arte da Fuga", foi apresentada durante a feira ARCO Madrid, que encerrou no domingo na capital espanhola.

"É uma das mais recentes obras de um projeto que Ana Vieira estava a fazer", disse o galerista, que representava a artista.

Ana Vieira nasceu em Coimbra, em 1940, e por ligação paterna cresceu na Ilha de São Miguel, nos Açores, mas vivia e trabalhava em Lisboa, onde estudou pintura na Escola Superior de Belas Artes.

O seu trabalho era exposto desde 1965, realizando a primeira mostra individual em 1968, intitulada "Imagens Ausentes", que revelou o seu interesse em superar a dimensão estritamente pictórica do trabalho criativo, abrindo-se à instalação.

A artista usava nos seus trabalhos uma grande diversidade de materiais e dispositivos como biombos e elementos em madeira, peças de mobiliário, tecido ou vidro espelhado, entre outros.

Participou, em 1977, na exposição de vanguarda Alternativa Zero, em Lisboa, e em 1991, recebeu o prémio da Associação Internacional de Críticos de Arte/Secretaria de Estado da Cultura.

O Museu de Serralves, no Porto, dedicou-lhe a primeira exposição antológica, em 1998, e em 2010-2011, em Lisboa, o Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão da Fundação Calouste Gulbenkian, em colaboração com o Museu Carlos Machado, de Ponta Delgada, apresentou a maior retrospetiva na carreira da artista.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.