sicnot

Perfil

Cultura

Rita Blanco e Vhils fazem parte do júri do concurso Sardinhas das Festas de Lisboa

Os artistas Gisela João, Nuno Markl, Rita Blanco, Rui Unas e Vhils vão escolher as cinco sardinhas vencedoras do concurso Sardinhas Festas de Lisboa 2016, indicou hoje a organização, em comunicado.

Vencedora do concurso de criatividade das Festas de Lisboa

Vencedora do concurso de criatividade das Festas de Lisboa

"Porque é de criatividade que se alimenta a Sardinha e o Concurso, estas são as cinco personalidades convidadas (...) para jurados da sexta edição do Concurso Sardinhas", lê-se no comunicado da Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC).

O concurso admite propostas de "adultos e crianças, artistas conceituados e amadores inspirados, estudantes e reformados, portugueses e estrangeiros, sozinhos ou em conjunto".

As propostas podem ser enviadas até às 18:00 de 16 de março e os resultados serão anunciados até 31 de maio.

Cada um dos cinco vencedores vai receber dois mil euros.

Desde 2011, o concurso recebeu mais de 25 mil propostas de sardinhas, de mais de 60 países diferentes.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras