sicnot

Perfil

Cultura

"Balada de um batráquio" em concurso no festival de cinema de Hong Kong

O filme de Leonor Teles "Balada de um batráquio" compete este mês na secção de curtas-metragens do Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, depois de em fevereiro ter sido premiado em Berlim.

© POOL New / Reuters

O filme expõe comportamentos xenófobos em relação a membros da etnia cigana em Portugal, abordando a prática de colocar sapos de cerâmica em lojas, cafés e restaurantes para afastar os ciganos, que têm várias superstições ligadas ao animal.

A curta-metragem venceu a 20 de fevereiro o Urso de Ouro da competição de curtas-metragens do Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Segundo Leonor Teles, que tem raízes ciganas por parte do pai, o filme "não apresenta só uma problemática mas tenta, de certa forma, combatê-la", uma vez que a própria realizadora sentiu a "urgência" de destruir vários desses sapos em frente à câmara.

O filme de Leonor Teles volta a uma competição internacional já este mês, no festival de cinema de Hong Kong, que arranca na segunda-feira e que integra na programação outros nomes portugueses.

Do programa geral do Festival Internacional de Cinema de Hong Kong deste ano fazem parte "Visita ou memórias e confissões", de Manoel de Oliveira, a trilogia "As Mil e uma noites", de Miguel Gomes, e "Cartas da Guerra", de Ivo Ferreira, que integrou a competição oficial do Festival de Berlim deste ano.

Integram ainda o cartaz de Hong Kong os documentários "Os Olhos de André", premiado no festival de cinema Indie Lisboa, do realizador António Borges Correia, e "Eldorado XXI", uma coprodução luso-francesa, realizada por Salomé Lamas.

Todos eles terão duas exibições em Hong Kong dentro da programação do festival, que dura 15 dias.

O cartaz junta mais de 240 filmes de um universo de 66 países e territórios, num alinhamento que a organização do festival define como sendo "o mais eclético de sempre", contando com 63 estreias mundiais, internacionais e/ou asiáticas.

Fundado em 1976, o HKIFF (na sigla em inglês) é o mais antigo festival de cinema da Ásia e um dos mais reputados.

Lusa

  • Leonor Teles diz que nunca imaginou conquistar urso de ouro em Berlim
    2:19

    Cultura

    Leonor Teles já regressou a Portugal e continua a dizer que nunca imaginou que traria nas mãos um urso de ouro de Berlim. "Balada de um Batráquio" é realizada por uma jovem de apenas 23 anos, formada na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, foi considerada a melhor curta-metragem no Festival de Cinema de Berlim.

  • Espanta ciganos na "Balada de um Batráquio"
    2:43

    País

    A curta-metragem que venceu o Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim mostra como os sapos de loiça são usados por comerciantes para espantar a clientela cigana. A "Balada de um Batráquio" identifica uma prática considerada racista que não é nova mas que continua atual.

  • Catalunha vs Espanha
    29:35
  • "O Brexit é um desafio, é um choque negativo para todas as economias"
    1:52