sicnot

Perfil

Cultura

Obra de Caravaggio pode ter sido encontrada num sótão em França

Um quadro com 400 anos, que pode ter sido pintado pelo italiano Caravaggio, foi encontrado num sótão em Toulouse, no sul de França. "Judite e Holefernes" foi pintado por volta de 1604 e retrata a heroína bíblica Judite a decapitar um general assírio.

© Charles Platiau / Reuters

Segundo Eric Turquin, um especialista francês, o quadro está num excecional estado de conservação e estima que o valor ronda os 120 milhões de euros.

A sua autenticidade ainda não foi confirmada.

A obra foi considerada Tesouro Nacional pelas autoridades francesas. Isto significa que não pode sair do país nos próximos 30 meses, deixando assim tempo suficiente para os museus nacionais adquiriram o quadro.

Os donos da casa em Toulouse acharam o quadro no sótão há dois anos e, desde então Eric Turquin tem mantido a obra afastada dos olhares do público e tentado comprovar a sua autenticidade.

  • Descobertos desenhos e pinturas de Caravaggio 

    Cultura

    Uma centena de desenhos e pinturas do célebre  pintor italiano Caravaggio (1571-1610) foram descobertos por especialistas  numa coleção do castelo Sforzesco, em Milão (norte), anunciou hoje a agência  noticiosa Ansa, apesar de a câmara municipal local ter apelado à "prudência".

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.