sicnot

Perfil

Cultura

Obra de Caravaggio pode ter sido encontrada num sótão em França

Um quadro com 400 anos, que pode ter sido pintado pelo italiano Caravaggio, foi encontrado num sótão em Toulouse, no sul de França. "Judite e Holefernes" foi pintado por volta de 1604 e retrata a heroína bíblica Judite a decapitar um general assírio.

© Charles Platiau / Reuters

Segundo Eric Turquin, um especialista francês, o quadro está num excecional estado de conservação e estima que o valor ronda os 120 milhões de euros.

A sua autenticidade ainda não foi confirmada.

A obra foi considerada Tesouro Nacional pelas autoridades francesas. Isto significa que não pode sair do país nos próximos 30 meses, deixando assim tempo suficiente para os museus nacionais adquiriram o quadro.

Os donos da casa em Toulouse acharam o quadro no sótão há dois anos e, desde então Eric Turquin tem mantido a obra afastada dos olhares do público e tentado comprovar a sua autenticidade.

  • Descobertos desenhos e pinturas de Caravaggio 

    Cultura

    Uma centena de desenhos e pinturas do célebre  pintor italiano Caravaggio (1571-1610) foram descobertos por especialistas  numa coleção do castelo Sforzesco, em Milão (norte), anunciou hoje a agência  noticiosa Ansa, apesar de a câmara municipal local ter apelado à "prudência".

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.