sicnot

Perfil

Cultura

Quadros roubados em Verona encontrados na Ucrânia

As autoridades ucranianas encontraram 17 quadros roubados de uma museu em Verona, Itália, em que se incluem obras de Tintoretto, Rubens e Mantegna.

Jacopo Tintoretto, Madonna allattante, olio su tela, cm 89×76, inv. 1285-1B1623

Jacopo Tintoretto, Madonna allattante, olio su tela, cm 89×76, inv. 1285-1B1623

museodicastelvecchio.comune.verona.it

As 17 obras, avaliadas em 16 milhões de euros, foram encontradas escondidas em sacos de plástico numa pequena ilha no rio Dniester, entre a Ucrânia e a Moldávia.

Foram roubadas do museu Castelvecchio em novembro passado. Três homens encapuzados e armados entraram no museu, que se situa num castelo medieval, no momento em que estava a encerrar e o sistema de alarme ainda não tinha sido ativado. Amarraram o guarda e o responsável da bilheteira, pegaram nos quadros e fugiram no carro do guarda.

Em março, as autoridades italianas anunciaram a detenção de 13 suspeitos em Itália e na Moldávia. Entre eles estava o guarda do museu e o seu irmão gémeo, bem como a mulher deste, uma moldava.

As autoridades ucranianas dizem que os quadros foram enviados por correio da Moldávia para Odessa.

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.