sicnot

Perfil

Cultura

Quadros roubados em Verona encontrados na Ucrânia

As autoridades ucranianas encontraram 17 quadros roubados de uma museu em Verona, Itália, em que se incluem obras de Tintoretto, Rubens e Mantegna.

Jacopo Tintoretto, Madonna allattante, olio su tela, cm 89×76, inv. 1285-1B1623

Jacopo Tintoretto, Madonna allattante, olio su tela, cm 89×76, inv. 1285-1B1623

museodicastelvecchio.comune.verona.it

As 17 obras, avaliadas em 16 milhões de euros, foram encontradas escondidas em sacos de plástico numa pequena ilha no rio Dniester, entre a Ucrânia e a Moldávia.

Foram roubadas do museu Castelvecchio em novembro passado. Três homens encapuzados e armados entraram no museu, que se situa num castelo medieval, no momento em que estava a encerrar e o sistema de alarme ainda não tinha sido ativado. Amarraram o guarda e o responsável da bilheteira, pegaram nos quadros e fugiram no carro do guarda.

Em março, as autoridades italianas anunciaram a detenção de 13 suspeitos em Itália e na Moldávia. Entre eles estava o guarda do museu e o seu irmão gémeo, bem como a mulher deste, uma moldava.

As autoridades ucranianas dizem que os quadros foram enviados por correio da Moldávia para Odessa.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Câmara de Lisboa reorganiza rede municipal de teatros
    2:52

    Cultura

    É uma pequena revolução na rede de teatros municipais em Lisboa. A Câmara, através da EGEAC, vai assumir a gestão do antigo teatro onde funcionou a Cornucópia, e que fechou há exatamente um ano. A autarquia de Lisboa vai ainda concessionar a gestão do Teatro Maria Matos, e abrir uma nova sala, para teatro infantil, em Belém. A informação foi avançada à SIC pela vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto.

    Notícia SIC

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC