sicnot

Perfil

Cultura

Celine Dion descreve momentos finais com o marido

Celine Dion passou os últimos momentos de vida do marido dizendo-lhe para não se preocupar. "Por favor, parte em paz. Não te preocupes" foram as palavras para René Angélil. As revelações foram feitas ao canal norte-americano ABC, naquela que foi a primeira entrevista desde da morte do marido da cantora em janeiro. Celine revelou ainda que usou o filme "Up- Altamente " para explicar aos filhos a ausência física do pai.

Julie Jacobson

A cantora revelou que se deitou ao lado do marido assim que ele morreu e ali permanceu durante algum tempo. Antes, os dois tiveram uma breve conversa.

"Estás preocupado com a minha carreira. Estás preocupado com os miúdos. Estás preocupado com tudo. É suficiente. Confias em mim? Confia, por favor." "Os miúdos estão bem. Eu estou bem. Eu prometo-te que ficaremos bem. Por favor, parte em paz. Não te preocupes" foram as palavras de Celine Dion para o marido.

A cantora voltou aos palcos no passado mês de fevereiro, pouco mais de um mês depois da morte de Angélil, a 14 de janeiro. Celine revelou ainda que usou o filme "Up- Altamente " para explicar aos filhos a ausência física do pai.

"Lembram-se do Up- Altamente? Quando os balões sobem? Bem, hoje o papá subiu", disse a cantora.

Angélil e Dion casaram-se, em 1994, e tiveram três: Nelson e Eddy, gémeos com 5 anos, e René-Charles, com 15 anos. René Angélil era também empresário da cantora.

A cantora disse ainda que levou os filhos para a rua, onde estes lançaram balões para o céu na esperança de enviar uma mensagem para o pai, dizendo que o amavam.

René Angélil tinha 73 anos quando morreu, depois de uma longa batalha contra um cancro na garganta.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.