sicnot

Perfil

Cultura

ARCO Lisboa recebeu mais de 12 mil visitantes

A primeira edição da ARCO Lisboa, que se realizou na Cordoaria Nacional, teve mais de 12 mil e 800 visitantes. A feira internacional de arte contemporânea contou com 45 galerias de 8 países, 18 delas portuguesas.

O evento foi organizado pela mesma entidade que faz a ARCO Madrid, que vai já na edição número 35. A capital portuguesa volta a receber a ARCO no próximo ano.

  • A ARCO em Lisboa
    1:54

    Cartaz

    A ARCO-Madrid estende-se, este ano, a Lisboa. A Feira de Arte Contemporânea conta com 45 galerias e 18 são portuguesas. Decorre na Cordoaria Nacional entre 26 e 29 de maio e é encarada como uma oportunidade para a internacionalização da arte portuguesa. A apresentação da ARCO- Lisboa decorreu no Teatro S. Luiz.

  • ARCO Lisboa de hoje até domingo
    4:39

    Edição da Manhã

    A Cordoaria Nacional recebe até dia 29 a primeira edição da ARCO Lisboa, com a presença de 45 galerias de oito países, 18 delas portuguesas. Uma das galerias portuguesas presentes é a 3+1 Arte Contemporânea e o seu diretor, Jorge Viegas foi hoje convidado da Edição da Manhã.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • Comitiva portuguesa terminou visita à central de Almaraz

    País

    A visita técnica da delegação portuguesa e da Comissão Europeia à central nuclear de Almaraz, em Espanha, realizou-se esta segunda-feira. A visita serviu para Portugal se inteirar sobre o funcionamento da central e sobre o projeto de construção de uma instalação para armazenamento de resíduos radioativos.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.