sicnot

Perfil

Cultura

Orchestral Manoeuvres In The Dark fecham Vilar de Mouros com bilhetes entre 25 e 50 euros

Os Orchestral Manoeuvres In The Dark (OMD), hoje confirmados pela organização fecham o cartaz do festival de Vilar de Mouros, Caminha, com o preço dos bilhetes, já disponíveis, a oscilar entre os 25 e os 50 euros.

Em comunicado a organização adiantou hoje que o cartaz evento, que vai decorrer entre 25 e 27 de agosto, abre, no palco principal com António Zambujo, Peter Murphy, Happy Mondays, The Legendary Tigerman, Peter hook, Manuel Fúria e os Náufragos.

No dia 26, sempre a partir das 19:00, actuam Orchestral Manoeuvres In The Dark(OMD), David Fonseca, Echo & the Bunnymen, Milky Chance, Linda Martini e Neev.

Já no dia 27 o alinhamento do palco principal prevê Blasted Mechanism, The Waterboys, Tindersticks, Bombino, Tiago Bettencourt e Samuel Úria.

Além do palco principal, que implica a compra de bilhete, o evento terá ainda um segundo palco, de acesso gratuito, a instalar no recinto inicial do mais antigo festival português, o "Woodstock à portuguesa", fundado em 1971, cuja programação ainda não foi revelada.

A organização do festival, a cargo da empresa Surprise and Expectation, criada em Caminha, um consórcio constituído pela Probability Makers e pela Metrónomo, adiantou ainda que o preço dos bilhetes, colocados hoje à venda oscilam entre os 25 euros por cada dia de espetáculos e os 50 euros para os três dias e inclui campismo gratuito. A entrada é gratuita para crianças dos três aos cinco anos desde que acompanhadas por um adulto portador de bilhete válido.

Anteriormente à Lusa um dos responsáveis da promotora que organiza o mítico festival, Paulo Ventura disse que a gastronomia do Alto Minho, recriada por "alguns dos melhores 'chefs' portugueses", vai juntar-se à música com uma zona 'gourmet' a instalar no recinto do palco principal do festival.

"Na área ?gourmet' queremos ter alguns dos melhores ?chefs' do país para se debruçarem sobre a cozinha regional do Alto Minho. Esta zona vai ficar instalada no local onde ficará palco principal", revelou Paulo Ventura.

De acordo com aquele responsável, o objetivo é "fazer um festival tranquilo, adulto, familiar e sem invasão de marcas para que as pessoas se possam divertir e estar em família".

"Tranquilidade é a palavra que melhor define o que queremos fazer do festival mais antigo do país e que se realiza num local lindíssimo. Queremos que as pessoas sejam felizes em Vilar de Mouros", destacou.

A Câmara de Caminha vai atribuir um apoio financeiro de 40 mil euros ao festival e transferir 15 mil euros para a Junta de Freguesia de Vilar de Mouros para a realizar de investimentos no recinto do festival.

Em 2007, a um mês da sua realização, o festival foi cancelado por dificuldades de entendimento entre os vários parceiros envolvidos na organização e foi retomado em 2014, a cargo da Associação dos Amigos dos Autistas (AMA). No final dessa edição, que marcou o relançamento do evento após um interregno de oito anos, aquela Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) anunciou o regresso, em 2015, nos dias 30, 31 de julho e 01 agosto, que viria a ser cancelada pela Câmara Municipal.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.