sicnot

Perfil

Cultura

Ator Anton Yelchin, de "Star Treck" e "Porto, Mon Amour", morre em acidente

O jovem ator norte-americano Anton Yelchin, nascido na Rússia e conhecido por interpretar Chekv na nova saga de "Star Treck", morreu este domingo, aos 27 anos, após ser atropelado pelo próprio veículo, anunciou a sua agente, Jennifer Allen.

reuters

Yelchin faleceu na madrugada de domingo, depois de o seu veículo ter deslizado por uma encosta, no caminho de acesso a sua casa, tendo sido colhido e projetado contra uma parede, descrevem as agências internacionais de notícias.

Anton Yelchin esteve em Portugal em 2015, para a rodagem de "Porto, Mon Amour", do realizador brasileiro Gabe Klinger, filme que se encontra concluído, mas ainda sem data de estreia.

"É uma notícia muito triste", indicou Jennifer Allen à imprensa. Yelchin "morreu num acidente rodoviário esta manhã", acrescentou.

Natural da cidade russa de São Petersburgo, Anton Yelchin chegou aos Estados Unidos aos seis meses, com os pais, conhecidos patinadores de dança sobre gelo de Leninegrado.

O ator iniciou a sua carreira aos nove anos e participou em diversas séries televisivas, durante a década de 1990, como "ER - Serviço de urgência" e "A juíza".

Participou em mais de três dezenas de filmes e tornou-se conhecido ao interpretar Pavel Chekov em "Star Trek" (2009) e "Além da Escuridão: Star Trek" (2013), papel que retomou em "Star Trek: Além do Universo" (2016), filme que se encontra em fase de pós-produção e que tem estreia prevista para 25 de agosto, em Portugal.

Surgiu ainda em "Alpha Dog" (2006), "Terminator Renaissance" (2009), "Vingança ao Anoitecer" e "Como Enterrar a Ex" (2014), assim como em "Cavalos Destroçados" (2015)

Em fevereiro de 2015, quando esteve no Porto, Anton Yelchin destacou a "profunda presença do tempo e da sua mudança", na cidade, confessando o seu amor pela comida portuguesa.

"Porto, mon amour" contou com o apoio da Câmara do Porto, produção executiva de Jim Jarmush e coprodução por Rodrigo Areias.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.