sicnot

Perfil

Cultura

Ator Anton Yelchin, de "Star Treck" e "Porto, Mon Amour", morre em acidente

O jovem ator norte-americano Anton Yelchin, nascido na Rússia e conhecido por interpretar Chekv na nova saga de "Star Treck", morreu este domingo, aos 27 anos, após ser atropelado pelo próprio veículo, anunciou a sua agente, Jennifer Allen.

reuters

Yelchin faleceu na madrugada de domingo, depois de o seu veículo ter deslizado por uma encosta, no caminho de acesso a sua casa, tendo sido colhido e projetado contra uma parede, descrevem as agências internacionais de notícias.

Anton Yelchin esteve em Portugal em 2015, para a rodagem de "Porto, Mon Amour", do realizador brasileiro Gabe Klinger, filme que se encontra concluído, mas ainda sem data de estreia.

"É uma notícia muito triste", indicou Jennifer Allen à imprensa. Yelchin "morreu num acidente rodoviário esta manhã", acrescentou.

Natural da cidade russa de São Petersburgo, Anton Yelchin chegou aos Estados Unidos aos seis meses, com os pais, conhecidos patinadores de dança sobre gelo de Leninegrado.

O ator iniciou a sua carreira aos nove anos e participou em diversas séries televisivas, durante a década de 1990, como "ER - Serviço de urgência" e "A juíza".

Participou em mais de três dezenas de filmes e tornou-se conhecido ao interpretar Pavel Chekov em "Star Trek" (2009) e "Além da Escuridão: Star Trek" (2013), papel que retomou em "Star Trek: Além do Universo" (2016), filme que se encontra em fase de pós-produção e que tem estreia prevista para 25 de agosto, em Portugal.

Surgiu ainda em "Alpha Dog" (2006), "Terminator Renaissance" (2009), "Vingança ao Anoitecer" e "Como Enterrar a Ex" (2014), assim como em "Cavalos Destroçados" (2015)

Em fevereiro de 2015, quando esteve no Porto, Anton Yelchin destacou a "profunda presença do tempo e da sua mudança", na cidade, confessando o seu amor pela comida portuguesa.

"Porto, mon amour" contou com o apoio da Câmara do Porto, produção executiva de Jim Jarmush e coprodução por Rodrigo Areias.

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08