sicnot

Perfil

Cultura

Daniel Radcliffe não descarta hipótese de voltar a interpretar Harry Potter

"Harry Potter and the Cursed Child" (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada) estreia oficialmente no final do mês de julho nos palcos londrinos. A peça de teatro irá continuar a explorar a história de Harry Potter alguns anos depois dos últimos acontecimentos vividos pelo feiticeiro mais famoso de todos os tempos. Daniel Radcliffe já fez saber que não vai ver a peça tão cedo para não "roubar a atenção" e não descarta voltar a vestir a pele de Harry Potter em circustâncias especiais.

Evan Agostini

A questão que se impõe é: e se "Harry Potter and the Cursed Child", cujo guião vai ser transformado em livro , chegar aos cinemas? Será que Daniel Radcliffe aceitaria participar?

"Nunca digo nunca.", esclareceu Daniel Radcliffe numa entrevista dada à "Radio Times". O ator diz ainda que o hipotético regresso dependeria muito do guião do filme e que "as circunstâncias teriam de ser realmente extraordinárias".

Radcliffe ainda brincou com a situação fazendo referência a outra saga: "Tenho a certeza que Harrison Ford disse a mesma coisa sobre Han Solo e vejam o que acabou por acontecer!", referindo-se ao regresso do ator em "Star Wars - O Despertar da Força."

"Eu digo não por agora, o que não significa que não possa voltar no futuro", diz o eterno Harry Potter.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.