sicnot

Perfil

Cultura

Academia de Hollywood convida 683 novos membros em busca de diversidade

A Academia de Hollywood, que atribui os Óscares, convidou 683 pessoas para serem membros da organização, o dobro face ao ano passado, com o objetivo de alcançar uma maior diversidade.

Mary J. Blige

Mary J. Blige

© Dylan Martinez / Reuters

Dos 683 novos membros convidados, 46% são mulheres e 41% membros de minorias étnicas, indicou a entidade, num comunicado publicado na quarta-feira.

Entre os convidados figuram nomes como o do ator negro John Boyega ("Star Wars"), o realizador belgo-curdo Sahim Omar Kalifa, o cineasta iraniano Abbas Kiarostami, as atrizes Emma Watson ("Harry Potter") e Alicia Vikander ("The Danish girl") ou ainda a cantora negra Mary J. Blige.

Os novos membros representam quase 60 países.

De acordo com dados oficiais da Academia de Hollywood, 27% do grémio é composto por mulheres e 11% por membros de minorias étnicas, sendo que, antes do anúncio de quarta-feira, essas percentagens correspondiam a 25 e 8%, respetivamente.

No ano passado, foram convidados 322 novos membros. Em anos anteriores, o número foi menor: 271 em 2014, 276 em 2013, 176 em 2012 e 178 em 2011.

A Academia de Hollywood anunciou, em janeiro, uma série de mudanças com o objetivo de duplicar entre os seus membros o universo de mulheres e de pessoas de diferentes raças para o ano 2020, uma medida com a qual pretende amainar as críticas pela falta de diversidade nos Óscares.

A polémica estalou depois de terem sido conhecidas as nomeações da mais recente edição dos prémios da Academia, as quais, pelo segundo ano consecutivo, não incluíam nenhum ator negro.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14