sicnot

Perfil

Cultura

Academia de Hollywood convida 683 novos membros em busca de diversidade

A Academia de Hollywood, que atribui os Óscares, convidou 683 pessoas para serem membros da organização, o dobro face ao ano passado, com o objetivo de alcançar uma maior diversidade.

Mary J. Blige

Mary J. Blige

© Dylan Martinez / Reuters

Dos 683 novos membros convidados, 46% são mulheres e 41% membros de minorias étnicas, indicou a entidade, num comunicado publicado na quarta-feira.

Entre os convidados figuram nomes como o do ator negro John Boyega ("Star Wars"), o realizador belgo-curdo Sahim Omar Kalifa, o cineasta iraniano Abbas Kiarostami, as atrizes Emma Watson ("Harry Potter") e Alicia Vikander ("The Danish girl") ou ainda a cantora negra Mary J. Blige.

Os novos membros representam quase 60 países.

De acordo com dados oficiais da Academia de Hollywood, 27% do grémio é composto por mulheres e 11% por membros de minorias étnicas, sendo que, antes do anúncio de quarta-feira, essas percentagens correspondiam a 25 e 8%, respetivamente.

No ano passado, foram convidados 322 novos membros. Em anos anteriores, o número foi menor: 271 em 2014, 276 em 2013, 176 em 2012 e 178 em 2011.

A Academia de Hollywood anunciou, em janeiro, uma série de mudanças com o objetivo de duplicar entre os seus membros o universo de mulheres e de pessoas de diferentes raças para o ano 2020, uma medida com a qual pretende amainar as críticas pela falta de diversidade nos Óscares.

A polémica estalou depois de terem sido conhecidas as nomeações da mais recente edição dos prémios da Academia, as quais, pelo segundo ano consecutivo, não incluíam nenhum ator negro.

Lusa

  • Enfermeiros dizem que suplemento de 150 € não é suficiente para acordo
    0:57

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros diz que há um avanço nas negociações com o Governo. Esta terça-feira à tarde, uma delegação do Ministério das Finanças esteve numa reunião que decorreu no Ministério da Saúde. Apesar disso, o presidente do sindicato, José Azevedo, explicou à SIC que a proposta do executivo de pagar mais 150 euros aos enfermeiros especializados não é suficiente para chegarem a acordo.

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43
  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC