sicnot

Perfil

Cultura

Lançamento do novo livro de Harry Potter na livraria Lello

JOS\303\211 COELHO

A livraria Lello, no Porto, acolhe o lançamento mundial do novo livro da série Harry Potter a 30 de julho juntamente com fãs de vários países. O evento do facebook, criado pela livraria, conta já com mais de mil participações.

"O evento está a ser viral e estamos com imensos subscritores de todo o país bem como também do estrangeiro", informou à Agência Lusa Mariana Peres.

A Livraria Lello acolhe o lançamento mundial do livro "Harry Potter and the Cursed Child - Parts I & II", abrindo às 24:00 de 30 julho, de forma gratuita, para que os fãs possam adquirir a edição em inglês em primeira mão.

A Livraria Lello encontra-se ainda a organizar uma festa com "personagens da saga, poções mágicas, bebidas, fotografias com as personagens e muitas outras surpresas a animar os novos e velhos 'potterheads' [fãs] que estiverem na fila", a partir das 22:00 do dia 30 de julho, disse Mariana Peres

A livraria lançou ainda o desafio ao público para que levem "o melhor figurino Harry Potter para a festa na livraria que inspirou J.K.R. a escrever uma das melhores sagas de ficção de sempre".

O evento criado pela Livraria Lello, na página do Facebook, conta já com mais de cinco mil subscritores, e o dia do lançamento não foi escolhido ao acaso, visto que 31 de julho é a data de aniversário da autora Joanne Kathleen Rowling e da personagem Harry Potter.

O livro, desenvolvido por J. K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany, é oficialmente a oitava história da série e irá retratar os 19 anos que se seguiram após o final de Harry Potter e os Talismãs da Morte - Parte 2.

A história já foi apresentada numa peça de teatro nos palcos de West End, em Londres, cujo guião foi agora transposto para o papel em versão livro.

Um dos protagonistas da história é Albus Severus Potter, filho do famoso Harry Potter e de Ginny Weasley.

O livro centra-se no primeiro ano de Albus em Hogwarts, em que é constantemente confrontado com o seu legado familiar.

"Perigosamente, passado e presente confundem-se e pai e filho terão que lidar com a desconfortável verdade: por vezes, a escuridão vem de lugares inesperados", pode ler-se no site oficial Pottermore.

A cidade do Porto já havia inspirado a autora da saga, que em 1991 viajou para a cidade do Porto, onde viveu durante cerca de três anos e escreveu os primeiros rascunhos do livro "Harry Potter e a Pedra Filosofal", que viria a ser lançado em 1997.

Vários órgãos de comunicação social especializada têm avançado que a autora se inspirou em vários aspetos da cidade como as escadas da Livraria Lello, os trajes académicos e o Café Majestic.

J. K. Rowling é a autora da série Harry Potter, com sete livros publicados entre 1997 e 2007, estreando-se agora o oitavo em 2016, que venderam mais de 450 milhões de exemplares em todo o mundo, em mais de 200 países, traduzidos para 74 línguas e que deram origem a oito grandes produções cinematográficas.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.