sicnot

Perfil

Cultura

Paredes de Coura encerrou com milhares em anfiteatro natural

​A banda escocesa Chvrches fechou a 24.ª edição do festival Paredes de Coura que em quatro dias recebeu quase 100 mil pessoas e ficou marcado por um foco de gastroenterite que levou perto de 150 festivaleiros ao hospital.

No último dia do festival minhoto, onde se registou um foco de aproximadamente 150 pessoas com sintomas gastrointestinais mas sem "nenhuma situação com gravidade registada", a banda escocesa Chvrches regressou a Paredes de Coura, depois de ter tocado há dois anos, e fechou a noite musical, com o público seduzido pela vocalista Lauren Mayberry, 29 anos, que saltou, rodopiou e encantou em noite de lua cheia.

A 'petite fille fatale', que até bateria tocou aconchegada por um casaco preto de cabedal e uma túnica branca esvoaçante, arrancou palmas do público, mosh e crowdsurfing com o Leave A Trace, o primeiro single do novo álbum da banda batizado de Every Open Eye.

Antes dos Chvrches subirem ao palco principal de Paredes de Coura, o anfiteatro natural pode dançar e aquecer os pés ao som da banda rock norte-americana do Alasca Portugal. The Man que chegou a fazer uma pequena incursão pelos Oasis com a música Don't Look Back in Anger.

A fechar a noite no palco secundário estiveram os norte-americanos Cigarettes After Sex, que pela forte adesão do público - algumas pessoas em lágrimas - bem poderiam ter atuado no palco principal.

A última noite em Paredes de Coura teve mais uma vez o 'after-hours' onde a partir das 02:00 atuam os Lust for Youth e Matias Aguayo, em DJ set.

Depois de quatro dias de festival, a organização anunciou que o Paredes de Coura regressa em 2017, de 16 e 19 de agosto para mais música e para celebrar um quarto de século.

O cartaz da 25.ª edição está a ser trabalhado há já dois meses, contou João Carvalho, diretor do certame de música, que confessou à Lusa que se pudesse gostaria de trazer Nick Cave em 2017.

A organização do Vodafone Paredes de Coura destacou, em comunicado de imprensa, a atuação do projeto norte-americano LCD Soundsystem e classificou o concerto como "explosivo", juntando-se à galeria "de concertos inesquecíveis da história do festival", como Queens Of The Stone Age, em 2003, ou Arcade Fire, em 2005.

Lusa

  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15