sicnot

Perfil

Cultura

Festival de Veneza começa hoje e conta com uma estreia portuguesa

O festival de cinema de Veneza abre hoje com o musical "La la Land", de Damien Chazelle, e na seleção oficial contará com o filme português "São Jorge", de Marco Martins.

Por respeito às vítimas do sismo que atingiu Amatrice, a organização cancelou a gala de abertura, mantendo apenas a exibição do filme de Damien Chazelle, com Rian Gosling e Emma Stone nos principais papéis. Será a estreia de Damien Chazelle, 31 anos, na competição de Veneza.

O festival cumpre a 73.ª edição e exibirá, até 10 de setembro, filmes como "The bad batch", de Ana Lily Amirpour, "Jackie", de Pablo Larraín, com Natalie Portman, "Voyage of time: Life's journey", documentário de Terrence Malick, e "Arrival", de Denis Villeneuve, todos em competição.

A secção "Orizzonti", dedicada às "novas tendências do cinema mundial", abrirá na quinta-feira com a longa-metragem "São Jorge", de Marco Martins, com o ator Nuno Lopes a interpretar um pugilista desempregado que se vê obrigado a trabalhar em cobranças de dívidas para sobreviver.

Com o encerramento por conta de uma nova versão de "Os sete magníficos", de Antoine Fuqua, Veneza mostrará ainda duas produções de Paulo Branco: "Os belos dias de Aranjuez", do alemão Wim Wenders, realizador premiado em Veneza, em 1982 (com "O estado das coisas"), agora também em competição, e "À jamais", do francês Benoît Jacquot, rodado integralmente em Portugal, a exibir fora de competição.

O ator Mel Gibson mostrará, enquanto realizador, o filme "Hacksaw Ridge", e Paolo Sorrentino exibirá os dois primeiros episódios da minissérie "The Young Pope", com Jude Law.

O festival de Veneza será ainda dedicado a "dois grandes realizadores recentemente falecidos": Michael Cimino e Abbas Kiarostami. Do primeiro será exibido o filme "O ano do dragão" (1985) e, do cineasta iraniano, será mostrada uma curta na qual estaria a trabalhar, das séries "24 Frames".

Este ano a direção do festival anunciou algumas alterações, entre as quais a criação do "Venice Production Bridge", uma reformulação do programa no qual produtores e realizadores procuram financiamento para futuros projetos cinematográficos.

O júri será presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

O ator francês Jean-Paul Belmondo e o cineasta polaco Jerzy Skolimowski receberão o Leão de Ouro de Carreira.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.