sicnot

Perfil

Cultura

Festival de Veneza começa hoje e conta com uma estreia portuguesa

O festival de cinema de Veneza abre hoje com o musical "La la Land", de Damien Chazelle, e na seleção oficial contará com o filme português "São Jorge", de Marco Martins.

Por respeito às vítimas do sismo que atingiu Amatrice, a organização cancelou a gala de abertura, mantendo apenas a exibição do filme de Damien Chazelle, com Rian Gosling e Emma Stone nos principais papéis. Será a estreia de Damien Chazelle, 31 anos, na competição de Veneza.

O festival cumpre a 73.ª edição e exibirá, até 10 de setembro, filmes como "The bad batch", de Ana Lily Amirpour, "Jackie", de Pablo Larraín, com Natalie Portman, "Voyage of time: Life's journey", documentário de Terrence Malick, e "Arrival", de Denis Villeneuve, todos em competição.

A secção "Orizzonti", dedicada às "novas tendências do cinema mundial", abrirá na quinta-feira com a longa-metragem "São Jorge", de Marco Martins, com o ator Nuno Lopes a interpretar um pugilista desempregado que se vê obrigado a trabalhar em cobranças de dívidas para sobreviver.

Com o encerramento por conta de uma nova versão de "Os sete magníficos", de Antoine Fuqua, Veneza mostrará ainda duas produções de Paulo Branco: "Os belos dias de Aranjuez", do alemão Wim Wenders, realizador premiado em Veneza, em 1982 (com "O estado das coisas"), agora também em competição, e "À jamais", do francês Benoît Jacquot, rodado integralmente em Portugal, a exibir fora de competição.

O ator Mel Gibson mostrará, enquanto realizador, o filme "Hacksaw Ridge", e Paolo Sorrentino exibirá os dois primeiros episódios da minissérie "The Young Pope", com Jude Law.

O festival de Veneza será ainda dedicado a "dois grandes realizadores recentemente falecidos": Michael Cimino e Abbas Kiarostami. Do primeiro será exibido o filme "O ano do dragão" (1985) e, do cineasta iraniano, será mostrada uma curta na qual estaria a trabalhar, das séries "24 Frames".

Este ano a direção do festival anunciou algumas alterações, entre as quais a criação do "Venice Production Bridge", uma reformulação do programa no qual produtores e realizadores procuram financiamento para futuros projetos cinematográficos.

O júri será presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

O ator francês Jean-Paul Belmondo e o cineasta polaco Jerzy Skolimowski receberão o Leão de Ouro de Carreira.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47