sicnot

Perfil

Cultura

Festival de Veneza começa hoje e conta com uma estreia portuguesa

O festival de cinema de Veneza abre hoje com o musical "La la Land", de Damien Chazelle, e na seleção oficial contará com o filme português "São Jorge", de Marco Martins.

Por respeito às vítimas do sismo que atingiu Amatrice, a organização cancelou a gala de abertura, mantendo apenas a exibição do filme de Damien Chazelle, com Rian Gosling e Emma Stone nos principais papéis. Será a estreia de Damien Chazelle, 31 anos, na competição de Veneza.

O festival cumpre a 73.ª edição e exibirá, até 10 de setembro, filmes como "The bad batch", de Ana Lily Amirpour, "Jackie", de Pablo Larraín, com Natalie Portman, "Voyage of time: Life's journey", documentário de Terrence Malick, e "Arrival", de Denis Villeneuve, todos em competição.

A secção "Orizzonti", dedicada às "novas tendências do cinema mundial", abrirá na quinta-feira com a longa-metragem "São Jorge", de Marco Martins, com o ator Nuno Lopes a interpretar um pugilista desempregado que se vê obrigado a trabalhar em cobranças de dívidas para sobreviver.

Com o encerramento por conta de uma nova versão de "Os sete magníficos", de Antoine Fuqua, Veneza mostrará ainda duas produções de Paulo Branco: "Os belos dias de Aranjuez", do alemão Wim Wenders, realizador premiado em Veneza, em 1982 (com "O estado das coisas"), agora também em competição, e "À jamais", do francês Benoît Jacquot, rodado integralmente em Portugal, a exibir fora de competição.

O ator Mel Gibson mostrará, enquanto realizador, o filme "Hacksaw Ridge", e Paolo Sorrentino exibirá os dois primeiros episódios da minissérie "The Young Pope", com Jude Law.

O festival de Veneza será ainda dedicado a "dois grandes realizadores recentemente falecidos": Michael Cimino e Abbas Kiarostami. Do primeiro será exibido o filme "O ano do dragão" (1985) e, do cineasta iraniano, será mostrada uma curta na qual estaria a trabalhar, das séries "24 Frames".

Este ano a direção do festival anunciou algumas alterações, entre as quais a criação do "Venice Production Bridge", uma reformulação do programa no qual produtores e realizadores procuram financiamento para futuros projetos cinematográficos.

O júri será presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

O ator francês Jean-Paul Belmondo e o cineasta polaco Jerzy Skolimowski receberão o Leão de Ouro de Carreira.

Lusa

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.