sicnot

Perfil

Cultura

Exposição com fotografias de Lisboa do século XIX revela a vivência da cidade

Uma exposição com fotografias captadas em Lisboa no final do século XIX revela o mapeamento urbano e algumas surpresas sobre a vida quotidiana da capital, com os vendedores, crianças e ofícios da época.

"Lisboa uma grande surpresa", é o título desta exposição que inaugura a 22 de setembro, às 18:30, no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, com imagens captadas por Arthur Júlio Machado (1867-1947), e José Cândido d'Assumpção e Souza (1856-1923).

O trabalho destes dois autores - anónimos durante cerca de um século apesar das diversas pesquisas realizadas - é agora apresentado como documento da memória da cidade, através de vistas, ruas, praças e monumentos.

Ambos eram desenhadores na Câmara Municipal de Lisboa, onde apresentaram uma proposta para fotografar os prédios da cidade, cujo requerimento, entregue a 20 de julho de 1898, foi descoberto no decurso de um trabalho de investigação que permitiu aferir a autoria dos negativos e compreender o contexto de produção.

A intenção dos autores era fazer uma abordagem sistematizada sobre a cidade e foi desenvolvida ao longo de dez anos, entre 1898 e 1908.

Às provas da época já existentes no Arquivo Fotográfico, veio juntar-se outro volumoso conjunto, proveniente do Museu de Lisboa, provas coladas em fichas mecanográficas, que associam as imagens à informação do local, ao nome do proprietário e ao valor matricial do prédio.

Os investigadores concluíram que neste trabalho de uma década "havia uma intenção clara de inventariar, mapear, cartografar e fotografar no levantamento prédio a prédio, assim como noutros registos a decorrer na cidade da época, discutidos e apoiados pela câmara, acompanhando as tendências europeias de modernização da cidade".

A exposição "Lisboa uma grande surpresa" é acompanhada por um catálogo onde se apresenta parte deste fundo documental e que será lançado durante o período da exposição, aberto ao público de 23 de setembro próximo a 23 de janeiro 2017.

Lusa

  • Eduardo Cabrita nomeado ministro da Administração Interna

    País

    O primeiro-ministro propôs esta quarta-feira ao Presidente da República a nomeação de Eduardo Cabrita para o cargo de ministro da Administração Interna e de Pedro Siza Vieira para ministro Adjunto do primeiro-ministro. A tomada de posse realiza-se no sábado às 09:00.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08