sicnot

Perfil

Cultura

Três filmes portugueses no Festival de Cinema de Chicago

Os filmes "São Jorge", de Marco Martins, e "Ascensão", de Pedro Peralta, e a coprodução lusobrasileira "A cidade onde envelheço", de Marília Rocha, integram em outubro o Festival Internacional de Cinema de Chicago, nos Estados Unidos.

De acordo com a organização, "São Jorge" foi selecionado para a secção "World Cinema", "Ascensão" será exibido no programa de curtas-metragens e "A cidade onde envelheço" para a competição de novos realizadores.

A 52ª edição do Festival de Cinema de Chicago decorrerá de 13 a 27 de outubro.

"São Jorge" é o mais recente filme de Marco Martins, sobre um pugilista, desempregado de longa data, que aceita trabalhar numa empresa de cobranças difíceis, para pagar as suas próprias dívidas e para tentar que a mulher e a filha permaneçam no país.

A personagem Jorge valeu este mês a Nuno Lopes o Prémio Especial de Melhor Ator no festival de cinema de Veneza. O filme terá estreia comercial em Portugal no final deste ano.

"São Jorge" foi rodado nos bairros da Bela Vista (Setúbal) e Jamaica (Seixal), com atores profissionais e não profissionais, e o argumento foi feito por Marco Martins e pelo escritor Ricardo Adolfo.

Além de Nuno Lopes, o filme conta com Mariana Nunes, David Semedo, José Raposo, Jean-Pierre Martins, Ricardo Fernandes, Beatriz Batarda e Gonçalo Waddington.

"Ascensão" foi exibido em Cannes e premiado no IndieLisboa. No filme, com uma sequência de apenas três planos e direção de fotografia de João Ribeiro, Pedro Peralta registou o resgate de um homem que caiu dentro de um poço, no campo, ao nascer do dia.

O realizador filmou o esforço dos camponeses na recuperação do corpo, o silêncio das mulheres que assistem e ainda a mãe que acolhe o filho nos braços.

"A cidade onde envelheço" é uma incursão na ficção de uma realizadora brasileira que trabalha sobretudo no campo do documentário.

Co-produzido pela portuguesa Terratreme e interpretado pelas artistas portuguesas Elisabete Francisca e Francisca Manuel, o filme centra-se em duas mulheres que se reencontram no Brasil. Enquanto uma delas "vive momentos de descoberta e encantamento com o novo país onde deseja se instalar" outra "deseja voltar a Lisboa", lê-se na sinopse.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.