sicnot

Perfil

Cultura

Costa e Rajoy juntos na inauguração da exposição de Miró em Serralves

© Reuters

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, estará com o primeiro-ministro, António Costa, na sexta-feira, ao fim da tarde, em Serralves, no Porto, na inauguração de uma exposição com obras do pintor catalão Joan Miró.

Fonte oficial do executivo português disse à agência Lusa que a presença de Mariano Rajoy neste evento surge na sequência de um convite formulado por António Costa.

Após a cerimónia de inauguração, ainda de acordo com a mesma fonte, os primeiros-ministros de Portugal e Espanha terão um jantar privado.

Na terça-feira, em Lisboa, na sessão de abertura da III Cimeira do Turismo Português, António Costa anunciou que o seu Governo decidiu fixar no Porto a coleção de quadros de Miró , uma coleção que passou para a posse do Estado depois da nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN).

António Costa justificou esta decisão do Governo como uma forma de contribuir para que o Porto tenha "um novo polo de atratividade cultural e turística que ajude a cidade a consolidar e a reforçar uma tendência que se tem vindo a verificar ao longo dos últimos anos".

Na sexta-feira, os primeiros-ministros de Portugal e de Espanha inauguram em Serralves a exposição "Joan Miró: Materialidade e metamorfose", que integra 84 obras doartista.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras