sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o realizador polaco Andrzej Wajda

© Reuters

O realizador Andrzej Wajda morreu este domingo, com 90 anos, em Cracóvia. O mestre do cinema polaco não resistiu a uma insuficiência pulmonar.

O realizador de "Terra Prometida" e "O homem de ferro", bem como de inúmeros outros filmes que refletem a história do seu país, morreu devido a uma insuficiência pulmonar. Hospitalizado há vários dias, estava em coma induzido, disse à AFP fonte próxima da família, que pediu anonimato.

Considerado um dos mais importantes realizadores europeus, Andrzej Wajda recebeu ao longo da carreira vários prémios, com destaque para um Óscar honorário, em 2000, e uma Palma de Ouro, no Festival de Cannes, por "O homem de ferro", em 1981.

Com Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC