sicnot

Perfil

Cultura

Promotores de festivais e espectáculos criam associação para defender o setor

Mais de vinte promotoras de festivais e espetáculos criaram uma associação, a APEFE, e uma das primeiras iniciativas prometidas é saber qual o valor do setor, como afirmou à agência Lusa o presidente, Jorge Lopes.

"Queremos fazer um estudo sobre o setor, avaliar o mercado, ter um espelho do que vale, sabendo que já investimos muito na promoção dos festivais no estrangeiro e que isto é importante para o turismo, para a cultura, para a economia", referiu o promotor da PEV Entertainment.

A Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), constituída formalmente em novembro, conta, entre os associados, com promotoras como Everything is New, Música no Coração, Ritmos, UAU, Ritmos & Blues, Better World, Ao Sul do Mundo, Sons em Trânsito, Uguru e Regiconcerto.

Segundo Jorge Lopes, os 26 promotores que estiveram presentes na reunião fundadora representam 90 por cento dos espetáculos ao vivo e festivais de música que acontecem em Portugal. Estão representados, por exemplo, os festivais Nos Alive, Super Bock Super Rock, Rock in Rio Lisboa, Marés Vivas, Paredes de Coura ou Misty Fest.

A direção, com mandato de dois anos, integra Jorge Lopes (PEV Entertainment), Álvaro Covões (Everything is New), Paulo Dias (UAU), Sandra Faria (Força de Produção) e Ana Rangel (Plano 6).

De acordo com os dados mais recentes sobre o setor, do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2015 os espetáculos ao vivo geraram 59,6 milhões de euros de receitas. Jorge Lopes estima que o valor do mercado seja três vezes superior, já que aquela verba diz respeito sobretudo a bilheteiras.

Segundo o INE os espetáculos ao vivo - que englobam concertos de pop, rock, fado, ópera, teatro, dança ou circo - registaram 12,5 milhões de espectadores, dos quais apenas 3,9 milhões pagaram bilhete.

Além de fazer um estudo de mercado, a APEFE quer criar grupos de trabalho que sirvam de interlocutores junto do Governo e de entidades que estão ligadas ao setor, para questões ligadas, por exemplo, a fiscalidade, segurança, direitos de autor e regulamentação da atividade.

"Há muito que existia necessidade de criar uma associação destas, que juntasse todos os promotores, porque há muitas questões que têm estado a ser discutidas e decididas em separado. Há legislação que foi feita para esta atividade e os promotores não foram ouvidos", disse Jorge Lopes.

Nesse diálogo que pretendem encetar com o Governo, nomeadamente com a tutela da Cultura e da Economia, está ainda a reivindicação da descida do imposto IVA de 13 por cento para seis por cento.

Jorge Lopes recordou que qualquer entidade inscrita como promotora na Inspeção-Geral das Atividades Culturais pode associar-se à APEFE.

A Ao Sul do Mundo, a Mandrake, a Live Act, a Primeartists, a Produtores Associados e a Ruela Music são outras entidades que já fazem parte da APEFE.

O atual Governo inscreveu no Orçamento do Estado para 2017 uma proposta de regulamentação do registo dos profissionais do setor das atividades artísticas, culturais e de espetáculo.

Lusa

  • Os concertos a ver em 2017
    4:55

    Cultura

    Há mais concertos neste ano de 2017. Portugal vai receber grandes nomes da música: desde estreias, como Ariana Grande a repetentes, como Bruno Mars, que atua em Lisboa no início de abril.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC