sicnot

Perfil

Cultura

Três filmes portugueses estreiam-se hoje nos cinemas

A ficção biográfica "Zeus", de Paulo Filipe Monteiro, e os documentários "As cartas do rei Artur", de Cláudia Rita Oliveira, e uma versão restaurada de "Autografia", de Miguel Gonçalves Mendes, estreiam-se hoje nos cinemas.

"Zeus", primeiro filme de Paulo Filipe Monteiro, sociólogo, argumentista e professor universitário, conta a história de Manuel Teixeira Gomes, sétimo Presidente da República Portuguesa, figura que é interpretada pelo ator Sinde Filipe.

Este é um filme biográfico que se centra sobretudo na partida de Manuel Teixeira Gomes para a Argélia, aos 65 anos, a bordo de um navio de carga chamado "Zeus", país onde morreu em 1941, depois de quase duas décadas e exílio.

Foi o "gesto de liberdade, de partir e largar tudo" do antigo Presidente da República que captou a atenção do realizador, mas, à medida que foi investigando o seu percurso, as suas facetas de político reformista e de escritor de obras eróticas, ou a sua paixão pelo Islão, confirmou que a vida de Teixeira Gomes dava um filme.

"Pouca gente conhece que tivemos um Presidente da República destes, uma pessoa desta envergadura. Um presidente que tinha escrito livros eróticos, acho que é único no mundo", afirmou o realizador à agência Lusa, em novembro passado, quando o filme teve antestreia nacional nos Açores.

O filme demorou oito anos a ser feito, não só pela necessidade de reunir financiamento, mas também pela exigência da pesquisa, já que as biografias existentes praticamente não falam do tempo que o escritor passou na Argélia.

"Zeus" terá uma exibição especial hoje à noite, na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, com o elenco, o realizador e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao circuito comercial, no Porto e em Lisboa, chegam ainda dois documentários que se complementam - e serão exibidos em sessões conjuntas - embora tenham sido feitos com um intervalo de uma década.

Um deles é o recente "As cartas do rei Artur", de Cláudia Rita Oliveira, que se debruça sobre a vida do artista visual Artur do Cruzeiro Seixas, um dos últimos sobreviventes do surrealismo português, e sobre a relação com o poeta Mário Cesariny, que morreu em 2006.

Cruzeiro Seixas e Mário Cesariny conheceram-se ainda nos tempos de escola e mantiveram uma relação durante várias décadas, marcada pela amizade, pela paixão e pela rutura. O filme aborda a homossexualidade de ambos, a relação de Cruzeiro Seixas com a arte, com a forma de viver de Mário Cesariny, com África, que disse ter sido o grande amor de vida.

No documentário, o surrealista mostra arrependimento por algumas atitudes do passado, sobretudo da relação desencontrada com Cesariny. "Um dos meus suicídios foi em 1975, quando cortei relações com Cesariny", afirma no filme.

O filme valeu a Cláudia Rita Oliveira o prémio do público do festival DocLisboa 2016.

Em 2004, Miguel Gonçalves Mendes vencia no DocLisboa o prémio de melhor documentário português com "Autografia", filme sobre Mário Cesariny que volta aos cinemas, numa versão restaurada, por causa de "As cartas do rei Artur", propondo um encontro entre as duas obras.

"Autografia" é um retrato intimista de Mário Cesariny, a partir das respostas que o poeta e pintor vai dando sobre a vida e sobre a própria vida, em diálogo com a câmara.

Miguel Gonçalves Mendes foi o produtor de "As cartas do rei Artur" e excertos de "Autografia" surgem no filme de Cláudia Rita Oliveira.

Lusa

  • Polémica sobre offshore intensifica guerra de palavras entre PSD e Governo
    2:39
  • DGO divulga hoje execução orçamental de janeiro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese de execução orçamental em contas públicas de janeiro, sendo que o Governo estima reduzir o défice para 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em contabilidade nacional em 2017.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.