sicnot

Perfil

Cultura

Tom Hiddleston confessa que se expressou "de forma deselegante" nos Globos de Ouro

© Mario Anzuoni / Reuters

O ator Tom Hiddleston pediu desculpas pelo discurso de aceitação na cerimónia dos Globos de Ouro e admitiu que se exprimiu de "forma deselegante".

"Estava muito nervoso e as palavras saíram de forma errada. "Sinceramente, a minha única intenção era de saudar a incrível valentia e coragem dos homens e mulheres que trabalham tão incansavelmente para a Unicef Reino Unido, Médicos Sem Fronteiras e Programa Mundial de Alimentos.", escreveu Hiddleston no Facebook.

O ator, de 35 anos, recebeu o prémio de Melhor Ator num Drama de TV pelo seu papel na série "The Night Manager", adaptada de um romance de John le Carre.

No discurso, depois de agradecer ao resto do elenco e ao realizador, controu uma "breve história" sobre "o mais novo país do mundo".

Hiddleston disse à plateia como conheceu alguns membros da organização Médicos Sem Fronteiras no Sudão -, que lhe contaram que assistiram à série enquanto estavam escondidos. O ator confessou que a ideia de que poderia dar algum alívio a pessoas que estão "a consertar o mundo em lugares onde está destruído" o deixa "imensamente orgulhoso".

Após algumas críticas, o ator acabou por considerar ter sido deselegante nos comentários.

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC