sicnot

Perfil

Cultura

"Stranger Things" só volta em outubro, mesmo no final do mês

A Netflix aproveitou o evento desportivo de domingo Super Bowl para fazer uma revelação: a segunda temporada da série "Stranger Things" estreia ainda este ano, mas bem perto do Halloween, a 31 de outubro.

Nas redes sociais já tinha começado a circular uma imagem de algumas das crianças protagonistas da série vestidas como "Ghostbusters".

No domingo, durante a final do campeonato de futebol americano, o trailer foi apresentado: uma montagem de imagens do que será a segunda temporada da série de ficção científica situada nos anos 80.

"Stranger Things" foi das séries mais vistas da Netflix do ano passado, recebeu uma nomeação para os Globos de Ouro para melhor série dramática e Winona Rider foi nomeada pelo seu papel como Joyce Byers, mãe de Will - o "rapaz que regressou à vida" e que, no último episódio, vomitou uma estranha substância.

É uma das questões para a qual se espera resposta, bem como o que aconteceu a Eleven e a Barbara.

The world is turning upside down“, lê-se no trailer.

  • Gosta de séries? Não perca este calendário

    Cultura

    Numa altura em que novas temporadas estão a começar, decidimos criar um calendário com as estreias das suas séries preferidas, assim como aquelas que foram canceladas e as que foram renovadas. As notícias são boas para os fãs de Stranger Things, Narcos e House of Cards. Não tão boas para os que devoram Game of Thrones, com a série a começar mais tarde que o habitual. Há de tudo e mais um pouco: dramas, comédias, musicais e até séries de animação. Aqui, também pode ver os trailers das novas séries (são mais de 20 só em setembro) e de algumas antigas, como Flash, Arrow ou American Horror Story.

  • Ministra emocionou-se no Parlamento
    2:26

    Tragédia em Pedrógão Grande

    A ministra da Administração Interna disse esta quarta-feira no Parlamento que está, desde a primeira hora, a recolher, analisar e cruzar todos os dados do incêndio de Pedrógão Grande. Constança Urbano de Sousa emocionou-se diante dos deputados e admitiu que tem ainda muitas dúvidas sobre o que aconteceu. Foi pedido um estudo independente ao funcionamento do sistema de comunicações de emergência e uma auditoria à Secretaria-Geral da Administração Interna, a entidade gestora do SIRESP. A ministra explicoui porquê.

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.