sicnot

Perfil

Cultura

Adele domina principais categorias dos Grammy

Chris Pizzello

A cantora britânica Adele venceu este domingo cinco prémios na 59.º edição dos Grammy, incluindo os três principais: melhor álbum ("25"), melhor gravação e melhor canção do ano, ambos por "Hello". A entrega dos prémios decorreu esta noite no Teatro Microsoft de Los Angeles, Califórnia.

Os seus rivais na categoria de melhor álbum do ano eram Beyoncé ("Lemonade"), Justin Bieber ("Purpose"), Drake ("Views") e Sturgill Simpson ("A Sailor's Guide to Earth"), enquanto os seis concorrentes para o prémio de melhor gravação eram Beyoncé ("Formation"), Lukas Graham ("7 Years"), Rihanna e Drake ("Work") e Twenty One Pilots ("Stressed Out")."Beyoncé, adoro-te, emocionas a minha alma todos os dias desde os meus 17 anos.

Quero que sejas a minha mãe", disse a cantora que se tornou a primeira artista da história a alcançar a vitória nas três categorias principais pela segunda vez.

O artista britânico David Bowie, que morreu em janeiro de 2016, foi distinguido a título póstumo com quatro prémios de música Grammy, anunciou a Academia Nacional de Artes de Gravação e Ciência dos Estados Unidos.

Davie Bowie impôs-se nas categorias de melhor atuação rock, melhor álbum de música alternativa, melhor design de capa de disco (partilhado com o diretor artístico Jonathan Barnbrook) e melhor álbum de música clássica (em conjunto com Tom Elmhirst, Kevin Killen, Tony Visconti e Joe LaPorta), todos pelo seu último disco, "Blackstar".Adele foi uma das artistas em palco na atribuição dos prémios.

A cantora, que já na edição do ano passado tinha tido problemas na sua atuação ao vivo, pediu para reiniciar o seu tributo ao cantor George Michael. Adele parou de cantar "Fastlove" de George Michael, que morreu no Natal do ano passado, e atirou ao público: "Não posso estragar isto para ele".

Depois retomou a música e obteve um forte aplauso da multidão. Prince foi outro dos músicos homenageados, com Bruno Mars a interpretar à guitarra "Let's Go Crazy". A banda The Time -- que colaborou com Prince -- interpretou os temas "Jungle Love" e "The Bird".Bruno Mars também foi um dos vencedores de domingo pelo seu trabalho na produção do álbum de Adele.

No início da cerimónia o produtor André Allen Anjos venceu um Grammy de Melhor Gravação Remisturada, tornando-se assim no primeiro português a ser distinguindo com um destes prémios de música.André Allen Anjos, que em 2005 trocou o Porto pelos Estados Unidos, venceu na categoria de Melhor Gravação Remisturada com um 'remix' (remistura) do tema "Tearing me up", de Bob Moses.

O produtor português é um dos fundadores do coletivo RAC (Remix Artist Collective) e esta foi a sua segunda nomeação nos Grammy.


Lista dos premiados:

  • Álbum do ano: "25", Adele.
  • Gravação do ano: "Hello", Adele.
  • Revelação do ano: Chance the Rapper.
  • Melhor canção do ano (prémio compositor): "Hello", Adele e Greg Kurstin.
  • Melhor performance pop a solo: "Hello," Adele.
  • Melhor álbum pop: "25", Adele.
  • Melhor álbum pop tradicional: "Summertime: Willie Nelson Sings Gershwin", Willie Nelson.
  • Melhor performance duo ou grupo pop: "Stressed Out", Twenty One Pilots.
  • Melhor álbum de dança/eletrónico: "Skin", Flume.
  • Melhor canção rock: "Blackstar", David Bowie.
  • Melhor álbum rock: "Tell Me I'm Pretty", Cage the Elephant.
  • Melhor álbum de música alternativa: "Blackstar", David Bowie.
  • Melhor álbum R&B: "Lalah Hathaway Live", Lalah Hathaway.
  • Melhor álbum urbano contemporâneo: "Lemonade," Beyoncé.
  • Melhor álbum rap: "Coloring Book", Chance the Rapper.
  • Melhor álbum country: "A Sailor's Guide to Earth", Sturgill Simpson.
  • Melhor performance country a solo: "My Church", Maren Morris.
  • Melhor álbum jazz vocal: "Take Me to the Alley", Gregory Porter.
  • Melhor álbum jazz instrumental: "Country for Old Men", John Scofield.
  • Melhor compilação de banda sonora para visual media: "Miles Ahead", Miles Davis & vários artistas
  • Produtor do ano, não clássico: Greg Kurstin.
  • Melhor vídeo de música: "Formation", Beyoncé.
  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.