sicnot

Perfil

Cultura

Vários músicos já lamentaram a morte de Chris Cornell

Amy Harris

A notícia da morte do músico que criou o movimento grunge nos anos 90 foi um choque para os familiares, mas também para vários músicos e fãs. Chris Cornell ter-se-á enforcado na quarta-feira à noite, após um concerto em Detroit, nos EUA.

Chris Cornell formou a banda Audioslave em 2002, com os elementos dos Rage Against the Machine Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk, após ter formado a banda Soundgarden e ter dado início ao movimento grunge que marcou os anos 90.

O agente de Chris Cornell afirmou que o músico tinha dado um concerto na quarta-feira à noite e sublinhou que a morte foi "repentida e inesperada", citado pela BBC.

A agência de notícias Associated Press avançou que os médicos legistas revelaram que o músico terá provocado a sua própria morte, pouco tempo depois de ter dado um concerto na quarta-feira à noite com a banda Soundgarden, em Detroit.

Chris Cornell atuou pela primeira vez a solo em Portugal, em 2009, no palco principal do festival Optimus Alive, em Algés.

O músico estava recentemente em digressão pelos Estados Unidos da América com a antiga banda Soundgarden.

Vários músicos já lamentaram a morte do ícone que dedicou a sua vida ao movimento grunge.

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.