sicnot

Perfil

Cultura

Xutos & Pontapés vão continuar e contam editar disco novo este ano

Os Xutos & Pontapés vão continuar e contam editar um disco novo este ano, com músicas que incluem a guitarra de Zé Pedro, que morreu em novembro, anunciou este sábado a banda, no dia em que celebra o 39.º aniversário.

"Hoje é um bom dia para olharmos para a frente. Os Xutos vão continuar. Temos entre mãos as músicas novas, muitas delas com a guitarra do Zé já gravada, estamos a contar com o disco de originais neste ano", lê-se numa mensagem partilhada hoje à tarde na conta oficial da banda na rede social Facebook.

Os Xutos & Pontapés, que deram o primeiro concerto faz hoje 39 anos, nos Alunos de Apolo em Lisboa, revelam terem "alguns convites para atuações especiais de homenagem ao Zé Pedro" e "vários pedidos para concertos", que vão aceitar.

"Não é fácil, a ausência pesa toneladas, sabemos que vai ser diferente, esperamos que seja bom. Com a ajuda de todos a gente não vai parar", partilhou a banda.

O guitarrista dos Xutos & Pontapés, Zé Pedro, morreu no dia 30 de novembro, aos 61 anos.

Zé Pedro estava doente há vários meses, mas a situação foi sempre mantida de forma discreta pelo grupo, tendo só sido assumida publicamente nessa altura, a propósito do concerto de fim de digressão.

"Puro", de 2014, é o mais recente álbum dos Xutos & Pontapés. Em 2017 divulgaram os temas "Alepo", cuja letra foi composta com frases da menina síria Bana Alabed, e "Sementes do impossível" para um filme de Joaquim Leitão.

O último concerto no qual Zé Pedro participou foi a 04 de novembro, no Coliseu de Lisboa, que assinalou o fim da digressão de 2017 ano dos Xutos & Pontapés. Já depois da morte do guitarrista, na noite da passagem de ano, a banda atuou em Albufeira. Em palco não esteve nenhum músico no lugar de Zé Pedro, ao lado dos restantes elementos: Tim, Kalú, João Cabeleira e Gui.

Em declarações à Lusa, Kabeca, o agente do grupo 'rock', referiu que a banda decidiu manter o concerto para honrar compromissos e que depois iria refletir sobre o futuro.

Lusa

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Centeno aponta para a reforma e expansão do euro
    0:32

    Economia

    O ministro das Finanças português participa hoje na primeira reunião enquanto presidente do Eurogrupo. À entrada para o encontro dos ministros das Finanças da moeda única, Mário Centeno apontou a reforma do Euro como um dos principais desafios do mandato que agora inicia. 

  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".