sicnot

Perfil

Desporto

David Simão estreia-se nos convocados do Marítimo para Vila do Conde

O médio David Simão é a grande novidade na lista de convocados do Marítimo, anunciada hoje pelo treinador Pedro Martins para o jogo de sábado, com o Rio Ave, relativo à primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Reuters

Reuters

© Miguel Vidal / Reuters

O reforço faz assim a estreia absoluta em convocatórias dos insulares,  uma vez que não fez parte das escolhas para os jogos com os gregos do Asteras  de Tripolis, na terceira pré-eliminatória da Liga Europa, porque não se  encontrava inscrito. 

Fora do leque de opções ficou o reforço Rúben Brígido, que chegou ao  clube proveniente do União de Leiria. 

O médio Olberdam é o único jogador indisponível devido a lesão. 

O Marítimo, quinto classificado na época passada, defronta na tarde  (18:15) de sábado o Rio Ave, em Vila da Conde, em jogo relativo à primeira  jornada da Liga portuguesa de futebol. 

Lista de convocados:  

Guarda-redes: Salin e Ricardo Ferreira. 

Defesas: Briguel, Roberge, João Guilherme, Igor Rossi, Luís Olim e Rúben  Ferreira. 

Médios: Semedo, Rafael Miranda, João Luiz, Rodrigo António e David Simão;

Avançados: Danilo Dias, Sami, Fidélis, Heldon e Adilson.

Com LUSA

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41