sicnot

Perfil

Desporto

Danilo foi observado no hospital e não tem lesão grave

O FC Porto informou esta terça-feira que o defesa-direito brasileiro Danilo não tem qualquer lesão grave, tendo já feito um exame que não revelou qualquer sequela, mas continuará a ser observado.

O jogador brasileiro foi conduzido ao hospital depois de abandonar o Estádio do Dragão de ambulância, saindo do relvado numa maca com colete cervical.

O jogador brasileiro foi conduzido ao hospital depois de abandonar o Estádio do Dragão de ambulância, saindo do relvado numa maca com colete cervical.

Lusa

Danilo lesionou-se após o choque com o companheiro de equipa Fabiano, aos 18 minutos da partida entre os `dragões´ e o Basileia, dos oitavos de final da Liga dos Campeões, que o FC Porto venceu por 4-0 e seguiu em frente na prova.

O jogador brasileiro foi conduzido ao hospital depois de abandonar o Estádio do Dragão de ambulância, saindo do relvado numa maca com colete cervical.

O aparato na assistência ao jogador, no relvado, por elementos da equipa médica do FC Porto e pelos bombeiros presentes no estádio, criou momentos de alguma apreensão entre o público, mas, depois de observado no hospital, não foi detetada qualquer lesão grave, permanecendo em observação.
Lusa
  • Árbitros recuam e vão apitar jogos do próximo fim de semana

    Desporto

    Os árbitros recuaram esta quarta-feira na intenção de não comparecer nos jogos do próximo fim de semana. Depois de na terça-feira a maioria dos juízes terem apresentado um pedido de dispensa dos jogos da 12.ª jornada do campeonato, esta quarta-feira adiaram a decisão após uma reunião com o Conselho de Arbitragem.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Jorge Jesus e Ana Malhoa contra o consumo de sal
    1:21
  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.