sicnot

Perfil

Desporto

TAS reduz castigo de Fernando Santos para dois jogos

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduziu de oito para dois jogos de suspensão, mais dois com pena suspensa, o castigo aplicado ao selecionador português de futebol, Fernando Santos, disse hoje à agência Lusa fonte ligada ao processo.

"O coletivo confirmou que o sr. [Fernando] Santos teve uma conduta imprópria (...) como os protestos contra o árbitro, lançando dúvidas sobre a sua imparcialidade", começou por admitir o TAS, na nota publicada no seu site oficial na Internet.

No entanto, o tribunal considerou que "outros factos imputados pela FIFA" contra Fernando Santos "não foram suficientemente fundamentados".

"Em consequência, o coletivo considerou a sanção original excessiva e decidiu reduzi-la, impondo uma suspensão de quatro jogos (...) dois deles com pena suspensa por seis meses", esclareceu o TAS.

Fernando Santos tinha sido suspenso pela FIFA quando era selecionador da Grécia, depois de ter sido expulso frente à Costa Rica, nos oitavos de final do Mundial2014.

Com esta decisão do TAS, Fernando Santos vai falhar os jogos com a Sérvia, no domingo, e com a Arménia, a 13 de junho, ambos do Grupo I de apuramento para o Euro2016, regressando na partida com a Albânia, a 07 de setembro.



  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.