sicnot

Perfil

Desporto

Vitória Setúbal e Paços Ferreira empatam no fecho da 26ª jornada da Liga

O Vitória de Setúbal e o Paços de Ferreira empataram esta segunda-feira 0-0, no encontro que encerrou a 26.ª jornada da I Liga de futebol, disputado no estádio do Bonfim, em Setúbal.

Com esta igualdade, os sadinos concluem a jornada no 15.º posto com 24 pontos, mais cinco do que o Gil Vicente, 17.º e primeira equipa abaixo da linha de despromoção, enquanto os pacenses estão isolados no sexto posto com 37, agora a apenas três do quinto lugar, que dá aceso direto à Liga Europa e é presentemente ocupado pelo Vitória de Guimarães.

Com esta igualdade, os sadinos concluem a jornada no 15.º posto com 24 pontos, mais cinco do que o Gil Vicente, 17.º e primeira equipa abaixo da linha de despromoção, enquanto os pacenses estão isolados no sexto posto com 37, agora a apenas três do quinto lugar, que dá aceso direto à Liga Europa e é presentemente ocupado pelo Vitória de Guimarães.

Lusa

Com esta igualdade, os sadinos concluem a jornada no 15.º posto com 24 pontos, mais cinco do que o Gil Vicente, 17.º e primeira equipa abaixo da linha de despromoção, enquanto os pacenses estão isolados no sexto posto com 37, agora a apenas três do quinto lugar, que dá aceso direto à Liga Europa e é presentemente ocupado pelo Vitória de Guimarães.
Lusa
  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.