sicnot

Perfil

Desporto

Boston quer referendo para legitimar candidatura aos Jogos Olímpicos de 2024

O presidente do comité organizador da candidatura de Boston aos Jogos Olímpicos de 2024 garantiu hoje que desistirá do processo caso uma maioria dos habitantes da cidade e do estado não apoie a iniciativa. 

Reuters

John Fish adiantou que os membros da candidatura Boston2024 querem um referendo estadual em novembro de 2016, que decida se os Jogos Olímpicos devem voltar aos Estados Unidos pela primeira vez desde Atlanta1996. 

O presidente do comité organizador afiançou que caso uma maioria dos cidadãos de Boston não aprovem a candidatura, esta será retirada.

"Boston2024 acredita que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos seriam bons para Boston e criariam centenas de postos de trabalho, conduziriam ao desenvolvimento económico e serviriam de catalisador para os planos a longo prazo de Boston", considerou Fish. 

Em nome da transparência, a candidatura pretende que as pessoas do estado de Massachusetts tomem a decisão final quanto à validação de Boston2024.

Em janeiro, o Comité Olímpico dos Estados Unidos escolheu Boston como a cidade candidata aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024. 

A escolha da sede para os Jogos de 2024 está agendada pelo Comité Olímpico Internacional (COI) para 2017, em Lima.

Na corrida à organização do evento estão também as cidades de Hamburgo, na Alemanha, e de Roma, aguardando-se ainda as confirmações de Istambul e Doha.


Lusa
  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.