sicnot

Perfil

Desporto

Boston quer referendo para legitimar candidatura aos Jogos Olímpicos de 2024

O presidente do comité organizador da candidatura de Boston aos Jogos Olímpicos de 2024 garantiu hoje que desistirá do processo caso uma maioria dos habitantes da cidade e do estado não apoie a iniciativa. 

Reuters

John Fish adiantou que os membros da candidatura Boston2024 querem um referendo estadual em novembro de 2016, que decida se os Jogos Olímpicos devem voltar aos Estados Unidos pela primeira vez desde Atlanta1996. 

O presidente do comité organizador afiançou que caso uma maioria dos cidadãos de Boston não aprovem a candidatura, esta será retirada.

"Boston2024 acredita que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos seriam bons para Boston e criariam centenas de postos de trabalho, conduziriam ao desenvolvimento económico e serviriam de catalisador para os planos a longo prazo de Boston", considerou Fish. 

Em nome da transparência, a candidatura pretende que as pessoas do estado de Massachusetts tomem a decisão final quanto à validação de Boston2024.

Em janeiro, o Comité Olímpico dos Estados Unidos escolheu Boston como a cidade candidata aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024. 

A escolha da sede para os Jogos de 2024 está agendada pelo Comité Olímpico Internacional (COI) para 2017, em Lima.

Na corrida à organização do evento estão também as cidades de Hamburgo, na Alemanha, e de Roma, aguardando-se ainda as confirmações de Istambul e Doha.


Lusa
  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01