sicnot

Perfil

Desporto

Boston quer referendo para legitimar candidatura aos Jogos Olímpicos de 2024

O presidente do comité organizador da candidatura de Boston aos Jogos Olímpicos de 2024 garantiu hoje que desistirá do processo caso uma maioria dos habitantes da cidade e do estado não apoie a iniciativa. 

Reuters

John Fish adiantou que os membros da candidatura Boston2024 querem um referendo estadual em novembro de 2016, que decida se os Jogos Olímpicos devem voltar aos Estados Unidos pela primeira vez desde Atlanta1996. 

O presidente do comité organizador afiançou que caso uma maioria dos cidadãos de Boston não aprovem a candidatura, esta será retirada.

"Boston2024 acredita que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos seriam bons para Boston e criariam centenas de postos de trabalho, conduziriam ao desenvolvimento económico e serviriam de catalisador para os planos a longo prazo de Boston", considerou Fish. 

Em nome da transparência, a candidatura pretende que as pessoas do estado de Massachusetts tomem a decisão final quanto à validação de Boston2024.

Em janeiro, o Comité Olímpico dos Estados Unidos escolheu Boston como a cidade candidata aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024. 

A escolha da sede para os Jogos de 2024 está agendada pelo Comité Olímpico Internacional (COI) para 2017, em Lima.

Na corrida à organização do evento estão também as cidades de Hamburgo, na Alemanha, e de Roma, aguardando-se ainda as confirmações de Istambul e Doha.


Lusa
  • Marcelo regressa à televisão ao domingo
    0:36

    Programas

    Um ano depois de ser eleito, entre o sucesso popular e o compromisso político, eis a primeira entrevista do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa regressa à televisão ao domingo, para uma entrevista exclusiva no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Descarrilamento de comboio na Índia faz quase 40 mortos
    1:15

    Mundo

    Quase 40 pessoas perderam a vida e mais de 50 ficaram feridas, algumas em estado muito grave, num descarrilamento, no estado de Andhra Pradesh, no sudeste da Índia. O acidente aconteceu às de sábado e a esta hora as equipas de socorro ainda procuram cadáveres por entre os escombros do que resta do comboio.