sicnot

Perfil

Desporto

Sporting e Nacional procuram hoje a final da Taça de Portugal de futebol

Sporting e Nacional decidem hoje, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, qual será o primeiro finalista da Taça de Portugal de futebol, depois de terem empatado 2-2 na primeira mão.

Reuters

Depois do empate registado no Funchal, os 'leões' partem em vantagem para o encontro de hoje, que se disputa a partir das 20:00 no estádio José Alvalade, em Lisboa, uma vez que, para seguir em frente, o Nacional terá de vencer ou empatar por mais de dois golos. 

A Taça de Portugal surge como a última oportunidade para o Sporting, que não chega à final da competição desde que perdeu com a Académica na época de 2011/2012, conquistar um troféu esta temporada, depois de ter sido eliminado nas competições europeias e da Taça da Liga e de estar já afastado do título nacional.

Já o Nacional procura algo inédito na sua história: apurar-se pela primeira vez em três tentativas para a final do Jamor, algo que poderia colocar os madeirenses na rota da Liga Europa do próximo ano.
  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.