sicnot

Perfil

Desporto

Luís Figo insiste num novo sistema de distribuição das receitas da FIFA

O português Luís Figo, candidato às próximas eleições da FIFA, irá apresentar no congresso da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF) um novo sistema de distribuição das receitas dos Campeonatos do Mundo de futebol, de forma a beneficiar as federações mais necessitadas.

"Espero ter conseguido convencê-los a apoiar-me", disse Luís Figo à agência EFE à saída do congresso que reconduziu o paraguaio Juan Angel Napout como presidente da CONMEBOL para os próximos quatro anos.

"Espero ter conseguido convencê-los a apoiar-me", disse Luís Figo à agência EFE à saída do congresso que reconduziu o paraguaio Juan Angel Napout como presidente da CONMEBOL para os próximos quatro anos.

© Jorge Adorno / Reuters

O antigo internacional português terá a ocasião de apresentar o seu programa de candidatura no próximo dia 16 de abril, no congresso da CONCACAF, que se realiza em Nassau, e no qual contará com o apoio do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes.

"Proponho que 300 milhões de dólares (cerca de 280 milhões de euros) sejam repartidos entre as federações que mais necessitem, de forma a financiar a construção de infraestruturas futebolísticas concretas", afirmou em declarações à agência EFE.

Segundo os cálculos do português, em vez dos 375 mil dólares (350 mil euros)que cada membro recebe atualmente, cada federação passaria a receber 2 milhões de dólares (1,9 milhões de euros) por ano.

As eleições para a presidência do organismo que rege o futebol mundial realizam-se a 29 de maio, no segundo de dois dias do congresso da FIFA, em Zurique, na Suíça.

Além de Figo, concorrem à presidência da FIFA o suíço Joseph Blatter, considerado o principal favorito à reeleição para um quinto mandato, o príncipe Ali bin Al Hussein, da Jordânia e vice-presidente do organismo para a Ásia, e Michael van Praag, líder da federação holandesa.

Lusa

  • Luís Figo diz que a imagem da FIFA se tem degradado
    0:51

    Desporto

    Candidato à presidência da Fifa, Luís Figo disse, esta segunda-feira, que a imagem do organismo máximo do futebol mundial se tem degradado. Foram as declarações do ex-internacional português em campanha na capital do Egito. É no Cairo que estão os três candidatos em busca de apoios, já que é lá que decorre, esta terça-feira, o congresso da confederação de futebol africano.

  • Luís Figo quer mais transparência e modernização no futebol
    1:53

    Desporto

    Luís Figo, ex jogador e candidato à presidência da FIFA, considera essencial uma mudança de rumo à atual gestão de Joseph Blatter. À margem do congresso da UEFA, em Viena, Figo defendeu ser urgente uma maior transparência e modernização no futebol mundial. Segundo o ex jogador se nada mudar serão mais quatro anos perdidos.

  • Luís Figo quer FIFA "mais democrática"

    Desporto

    O ex-futebolista internacional português e candidato a presidente da FIFA, Luís Figo, Bola de Ouro em 2000, apelou hoje, em Viena, a uma maior democratização do organismo que tutela o futebol mundial.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52