sicnot

Perfil

Desporto

Adeptos da Juventus proibidos de ir a Génova, onde equipa podia festejar título

Os adeptos da Juventus estão proibidos de viajar para Génova, onde a equipa pode festejar o título de campeã italiana de futebol, devido aos incidentes no encontro com o Torino, anunciou hoje o Observatório Nacional para as Manifestações Desportivas.

© Max Rossi / Reuters

A 'vecchia signora' pode festejar hoje o título, na receção à Fiorentina, embora esteja dependente do resultado da Lazio, mas caso não o consiga não terá adeptos no encontro com a Sampdoria, marcado para sábado, e no qual depende apenas de si própria para conquistar o 'scudetto'.

O organismo decidiu punir a Juventus pelo comportamento dos seus adeptos no dérbi de Turim, acusados de "tentativa de agressão aos adeptos rivais e utilização reiterada de material pirotécnico".

No derrota com o Torino, os adeptos da Juventus lançaram petardos em direção do setor contrário, ferindo, sem gravidade, 10 pessoas.

O inquérito do Observatório Nacional para as Manifestações Desportivas pode ainda levar a outras sanções à Juventus, como jogar à porta fechada.

O Torino também foi punido e no encontro com o Empoli, a 06 de maio, não terá adeptos nas bancadas.

Lusa
  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.