sicnot

Perfil

Desporto

Soares Franco diz que Sporting vai conquistar Taça de Portugal mas não salva a época

O antigo presidente do Sporting Filipe Soares Franco mostrou-se hoje confiante de que a sua equipa irá vencer a Taça de Portugal de futebol, sublinhando, contudo, que "isso não salva a época".

Inacio Rosa

O presidente do Clube de Ténis do Estoril, onde falava aos jornalistas à margem do Estoril Open, disse que o Sporting "vai ganhar a Taça", mas "salvar a época nunca salva, porque não é campeão e era isso que as pessoas ambicionavam".

"O Sporting está a fazer uma época bastante positiva se tivermos em atenção, não só o quadro de jogadores que o Sporting tem, como também o treinador ser novo e novo no Sporting", acrescentou.

O ex-presidente da equipa de Alvalade não quis comentar a prestação dos clubes adversários, nem tão pouco sobre se o Benfica seria ou não um justo vencedor do campeonato nacional.

"Disso não me pronuncio. Nem sobre o Benfica, nem sobre o FC Porto. Só gosto do Sporting e gosto muito do Estoril-Praia também", afirmou.

Sobre a continuidade do treinador do Sporting, Marco Silva, Soares Franco também não quis comentar.

Lusa
  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.