sicnot

Perfil

Desporto

Tractor de Toni falha conquista do título no Irão na última jornada

O Tractor, orientado pelo português Toni, falhou hoje a conquista do título de campeão na última jornada da Liga iraniana de futebol, ao empatar 3-3 em casa com o Naft Teerão, depois de ter estado a vencer por 3-1. 

Bastava às duas equipas, que lideravam o campeonato com 57 pontos, uma vitória para garantirem a conquista do título, mas o jogo acabou empatado depois de o Tractor, que tinha a vantagem de jogar no seu terreno, ter virado um 0-1 para 3-1 já na segunda parte. 

Quem aproveitou o empate foi a equipa do Sepahan, que venceu na receção ao Saipa por 2-0, e sagrou-se campeão do Irão, apesar de ter partido para a última jornada numa posição menos vantajosa para alcançar o título, com 56 pontos. Acabou por conquistar o título com um ponto de vantagem sobre os dois rivais.

O Natf Teerão abriu o marcador logo aos quatro minutos, por Ezzati, mas o Tractor deu a volta ao marcador, igualando aos 36, por Edinho, e colocando-se em vantagem em cima do intervalo, aos 45, por Andranik Teimourian.

Na segunda parte, a equipa orientada por Toni chegou ao terceiro golo, aos 62 minutos, por Al Karimi e tudo parecia bem encaminhado para se sagrar campeã, mas dois minutos volvidos o árbitro deixou o Tractor reduzido a dez unidades ao expulsar Teimourian com um cartão vermelho direto.

O Tractor, em inferioridade numérica, não conseguiu segurar a vantagem, permitindo que o Naft Teerão, ao qual também bastava uma vitória para ser campeão, chegasse ao empate com dois golos do brasileiro Leandro Padovani no espaço de quatro minutos (77 e 81).






Lusa
  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.