sicnot

Perfil

Desporto

Scolari demitiu-se do Grémio de Porto Alegre devido aos maus resultados

O ex-selecionador de Portugal e do Brasil, Luiz Felipe Scolari, demitiu-se esta terça-feira do cargo de treinador do Grémio após uma série de maus resultados, anunciou o presidente do clube de futebol de Porto Alegre, Romildo Bolzan.

Scolari assinou pelo Grémio em julho do ano passado, semanas depois de ter deixado a seleção brasileira que acabara de sofrer uma derrota histórica por 7-1 frente à Alemanha, nas meias-finais do Mundial2014. (Arquivo)

Scolari assinou pelo Grémio em julho do ano passado, semanas depois de ter deixado a seleção brasileira que acabara de sofrer uma derrota histórica por 7-1 frente à Alemanha, nas meias-finais do Mundial2014. (Arquivo)

Andre Penner / AP

Em conferência de imprensa, o presidente do Grémio afirmou que Scolari entendeu que a sua "capacidade de melhorar o rendimento do plantel estava esgotada" e que o seu ciclo "chegara ao fim".

No entanto, o dirigente do Grémio afirmou que o trabalho de Scolari foi bom, mas admitiu que "sofreu um desgaste devido aos maus resultados" no arranque da Liga e no campeonato do Rio Grande do Sul.  

O Grémio estreou-se na Liga brasileira com um empate a três golos com o Ponte Preta e uma derrota ante o Curitiba, em jogo disputado no último sábado.

No início de maio, o clube de Porto Alegre perdeu a final do campeonato do Rio Grande do Sul frente ao seu maior rival, o Internacional, e na Liga do ano passado terminou no sétimo lugar, que o deixou fora dos lugares de acesso à Taça Libertadores.

Scolari assinou pelo Grémio em julho do ano passado, semanas depois de ter deixado a seleção brasileira que acabara de sofrer uma derrota histórica por 7-1 frente à Alemanha, nas meias-finais do Mundial2014.

O veterano treinador já dirigira a seleção 'canarinha' durante o Mundial 2002, no Japão e Coreia do Sul, tornando o Brasil o único penta-campeão mundial, além de ter sido selecionador de Portugal, seleção que conduziu à final do Euro2004, e treinado o Chelsea, de Inglaterra, entre outros clubes.
Lusa
  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".