sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa perde final do torneio de Genebra

O tenista português João Sousa, 50º do 'ranking' mundial, perdeu este sábado a final do torneio de Genebra, na Suíça, com o brasileiro Thomaz Belluci, 60º da hierarquia.

João Sousa disputou a quarta final da carreira, mantendo no currículo o triunfo na edição de 2012 de Kuala Lumpur. Em 2014, chegou às finais dos torneios de Bastaad, na Suécia, e Metz, em França. (Arquivo)

João Sousa disputou a quarta final da carreira, mantendo no currículo o triunfo na edição de 2012 de Kuala Lumpur. Em 2014, chegou às finais dos torneios de Bastaad, na Suécia, e Metz, em França. (Arquivo)

Michel Euler / AP

O mais cotado jogador brasileiro no circuito superiorizou-se ao número um português em dois 'sets', pelos parciais de 7-6 (7-4) e 6-4, em 1:33 horas.

"Penso que fiz um bom encontro. Não excelente. Mérito dele [Belucci] que fez um excelente encontro e só tenho que lhe dar os parabéns. Fiz tudo para tentar levar o título aqui em Genebra mas não consegui. Ainda assim fico contente com a semana e acredito que com este nível posso fazer bons resultados. Agora resta-me recuperar bem e preparar a melhor maneira a primeira ronda em Roland Garros", afirmou o vimaranense em declarações à Lusa.

Este foi o quatro troféu conquistado por Belluci no ATP Tour, depois de Gstaad, também na Suíça, em 2009 e 2012, e Santiago do Chile, em 2010, todos também em terra batida.

João  Sousa disputou a quarta final da carreira, mantendo no currículo o triunfo na edição de 2012 de Kuala Lumpur. Em 2014, chegou às finais dos torneios de Bastaad, na Suécia, e Metz, em França.
Lusa
  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.