sicnot

Perfil

Desporto

Benfica SAD melhora resultado operacional no terceiro trimestre de 2014/15

A venda dos direitos desportivos de Bernardo Silva ao Mónaco foi determinante para que as contas da SAD do Benfica apresentem, no final dos três primeiros trimestres de 2014/2015, um balanço positivo de 32,14 milhões de euros.

"O futebol português esteve em risco, estivemos a poucas semanas de assistir a uma paragem nos campeonatos profissionais. Mas isso importou pouco aos que prosseguem com uma cruzada demagógica, populista e que nada ajuda à resolução dos problemas." - Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, em 13-12-2014

"O futebol português esteve em risco, estivemos a poucas semanas de assistir a uma paragem nos campeonatos profissionais. Mas isso importou pouco aos que prosseguem com uma cruzada demagógica, populista e que nada ajuda à resolução dos problemas." - Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, em 13-12-2014

Lusa (Arquivo)

O resultado operacional supera em 5,3 por cento o do período homólogo do exercício anterior, com a venda de Bernardo Silva, por 15,75 milhões de euros, a ter um peso essencial na variação.

O relatório intercalar, hoje enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), dá igualmente conta de 13,97 milhões de euros de resultados líquidos consolidados, abaixo dos 15,77 milhões apresentados há um ano, mas claramente acima dos 7,32 dos nove primeiros meses de 2012/2013. 

Para o crescimento do relatório operacional pesam especialmente os rendimentos operacionais, a crescer 6,7 por cento, para 77,75 milhões de euros. Ao contrário do ano anterior, os resultados sem direitos de atletas atingem agora valores positivos, de 112 mil euros.

Os resultados com direitos de atletas chegam aos 32,03 milhões, um pouco menos, 4,4 por cento, do que se constatava em maio do ano passado.

Além de ida definitiva de Bernardo Silva para o Mónaco, são contabilizados neste período de nove meses a venda de Franco Jara ao Olympiacos, de Enzo Pérez ao Valência (em dezembro) e os empréstimos de Nélson Oliveira ao Swansea e de 'Bebé' ao Córdoba.

No plano dos investimentos, a SAD contabiliza a compra de Mukthar e o empréstimo de Jonathan Rodríguez, que se vai prolongar até 2016/2017. Neste caso, o Benfica compra 40 por cento do passe e fica com opção para os restantes 60 por cento.

Lusa
  • Passos Coelho apela à reforma do IRC
    0:38

    Economia

    Passos Coelho critica o que diz ser um aumento do salário minimo nacional feito de forma irresponsável e sugere ao Governo que retome a reforma do IRC. No discurso de encerramento do congresso do PSD-Açores, o líder social democrata reafirmou que o Governo não pode contar com o PSD quando há divergências na "geringonça".

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37