sicnot

Perfil

Desporto

Cinco regressos esperados em novo treino de Portugal no Jamor

A seleção portuguesa de futebol continua hoje, num regime 'informal', a preparar o encontro com a Arménia, do Grupo I de qualificação para o Euro2016, com novo treino no Estádio Nacional, em Oeiras.

LUSA/ ARQUIVO

Na terça-feira, no arranque dos trabalhos, Rui Patrício, William Carvalho, Adrien e Nani, do Sporting, e Éder, do Sporting de Braga, foram ausências notadas, devidamente autorizados devido ao desgaste da final da Taça de Portugal, mas deverão hoje integrar o apronto.

Cédric, expulso aos 15 minutos de jogo no Jamor, ganho pelo Sporting, não usufruiu dessa dispensa e foi um dos 20 elementos, a par do 'capitão' Cristiano Ronaldo, que estiveram na terça-feira no relvado do Estádio Nacional.

A seleção lusa volta a treinar hoje no mesmo local, igualmente às 10:30, com os 15 minutos iniciais abertos à comunicação social. Antes, dois jogadores estarão disponíveis numa roda de imprensa.   

O selecionador Fernando Santos chamou 25 jogadores para uma dupla jornada que, além da Arménia, inclui também um jogo particular frente à Itália, a 16 de junho, em Genebra, na Suíça.

Até sexta-feira, a seleção nacional vai preparar o confronto com a Arménia sempre no Estádio Nacional, mas sem regime de estágio, ou seja, os jogadores ficarão livres após os aprontos.

A 7 de junho, a comitiva lusa viaja para a Geórgia, onde vai realizar um estágio de quatro dias em Tbilissi.

O encontro com a Arménia, do Grupo I de qualificação para o Europeu de 2016, realiza-se a 13 de junho, em Erevan, seguindo-se, três dias depois, um particular com a Itália, em Genebra.

Após quatro jornadas, Portugal lidera o Grupo I, com nove pontos, contra sete de Dinamarca e Albânia e um de Sérvia e Arménia.



Lusa
  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30