sicnot

Perfil

Desporto

União da Madeira vai apresentar queixa-crime contra Federbet

O União da Madeira, que subiu à I Liga de futebol, revelou esta quarta-feira que irá apresentar uma queixa-crime contra os autores do relatório da Federbet, empresa que esta semana fez uma denúncia sobre uma possível viciação do resultados.

Em comunicado emitido pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), é referido que o União da Madeira irá utilizar o estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, na condição de visitado para os jogos da I Liga. (Arquivo)

Em comunicado emitido pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), é referido que o União da Madeira irá utilizar o estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, na condição de visitado para os jogos da I Liga. (Arquivo)

MANUEL DE ALMEIDA / Lusa

Esta queixa-crime virá na sequência das notícias que apontavam para a existência de viciação de resultados em diversas partidas dos dois campeonatos profissionais, entretanto já contestadas pela Liga, presidida por Luís Duque.

Um dos jogos em causa refere-se ao que opôs o União da Madeira e ao Académico de Viseu, que terminou com a vitória dos madeirenses por 4-2, com quatro golos de Mendy.

Em comunicado, o clube madeirense informa que irá "apresentar uma queixa-crime contra os autores do relatório realizado pela Federbet", ressalvando que "as suspeitas lançadas sobre o União da Madeira não mais são do que uma extrapolação difamatória sem qualquer fundamento". 

A concluir, o comunicado refere mesmo que a suspeita levantada é "uma verdadeira patetice".

A Federbet, organismo que vigia as apostas 'online', apresentou na terça-feira, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o relatório anual de 2015 sobre "jogos viciados", apontando que Portugal é um dos países onde o fenómeno mais cresceu na última temporada.

Segundo o secretário-geral da Federbet, Francesco Baranca, a II Liga é uma competição "doente".
Lusa
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.