sicnot

Perfil

Desporto

Amigável entre Brasil e Argentina em 2010 serviu para pagar suborno

Documentos confiscados pelas autoridades suíças apontam que um jogo amistoso entre o Brasil e a Argentina, realizado em 2010, em Doha, Qatar, serviu para pagar subornos a dirigentes de ambos países, informou este sábado a imprensa brasileira.

Ambas as seleções, sublinha o diário, "receberam três vezes mais do que o normal" pelo amistoso, que serviu como fachada para pagar o suborno aos então presidentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e da Asociación del Fútbol Argentino (AFA), o falecido Julio Grondona. (Arquivo)

Ambas as seleções, sublinha o diário, "receberam três vezes mais do que o normal" pelo amistoso, que serviu como fachada para pagar o suborno aos então presidentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e da Asociación del Fútbol Argentino (AFA), o falecido Julio Grondona. (Arquivo)

© Fadi Al-Assaad / Reuters

Estes subornos tinham como propósito assegurar os votos daqueles dirigentes para o Mundial do Qatar 2022, de acordo com a mesma fonte.

O diário O Estado de São Paulo noticiou que os documentos foram entregues à polícia suíça pela empresa Kentaro, durante uma operação realizada a 27 de maio, no mesmo dia em que sete dirigentes da FIFA foram detidos em Zurique, acusados de corrupção por parte das autoridades dos Estados Unidos.

A empresa Kentaro afirmou ao diário brasileiro que nada tem a ver com o contrato do jogo em questão e que está a cooperar na qualidade de "testemunha" com as investigações do fisco suíço, em colaboração com o FBI.

Segundo o jornal, a empresa responsável pelo contrato é a Ghanim Bin Saad Al Saad & Sons Group Holdings (GSSG), encarregada da realização das obras para o Mundial do Qatar.

Ambas as seleções, sublinha o diário, "receberam três vezes mais do que o normal" pelo amistoso, que serviu como fachada para pagar o suborno aos então presidentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e da Asociación del Fútbol Argentino (AFA), o falecido Julio Grondona.

O Qatar informou que gastou oficialmente na altura época 4 milhões de euros para "demonstrar que o país estava pronto para receber este tipo de jogos".

Tres semanas depois do encontro, disputado a 17 de dezembro em Doha, capital do Qatar, e que terminou com uma vitória da Argentina por 1-0 - golo de Lionel Messi-, Teixeira e Grondona votaram a favor da candidatura do Qatar para organizar o Mundial de 2022. 
Lusa
  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.