sicnot

Perfil

Desporto

Cotovelada vale a futebolista nigeriana três jogos de suspensão no Mundial

A futebolista nigeriana Ugo Njoku foi punida com três jogos de suspensão pela cotovelada à australiana Samantha Kerr, durante o jogo de sexta-feira do Campeonato do Mundo, informou hoje o Comité de Disciplina da FIFA.

A australiana Samantha Kerr após ter levado uma cotovelada da nigeriana Ugo Njoku.

A australiana Samantha Kerr após ter levado uma cotovelada da nigeriana Ugo Njoku.

© USA Today Sports / Reuters

A cotovelada de Njoku a Samantha Kerr passou despercebida à árbitra francesa Stephanie Frappart, mas a FIFA abriu um procedimento disciplinar à nigeriana que foi ainda punida com uma multa pecuniária de 3.000 francos suíços (cerca de 2.800 euros).

A defesa Ugo Njoku vai cumprir o primeiro dos três jogos de suspensão na terça-feira, no encontro entre a Nigéria e os Estados Unidos, referente à última jornada do Grupo D da primeira fase do Mundial, que está a ser disputado no Canadá.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51