sicnot

Perfil

Desporto

José Antonio Reyes renova com o Sevilha até 2017

O futebolista espanhol José Antonio Reyes, que terminava contrato com o Sevilha no final do mês, assinou um novo vínculo com os detentores da Liga Europa até 2016/17.

Reyes, de 31 anos, que, entre outros, representou o Benfica em 2008/09, estreou-se com 16 anos na primeira equipa do Sevilha, tendo realizado um total de 219 jogos, 37 dos quais na última época, em que a equipa espanhola reconquistou a Liga Europa. (Arquivo)

Reyes, de 31 anos, que, entre outros, representou o Benfica em 2008/09, estreou-se com 16 anos na primeira equipa do Sevilha, tendo realizado um total de 219 jogos, 37 dos quais na última época, em que a equipa espanhola reconquistou a Liga Europa. (Arquivo)

© Jon Nazca / Reuters

Reyes, de 31 anos, que, entre outros, representou o Benfica em 2008/09, estreou-se com 16 anos na primeira equipa do Sevilha, tendo realizado um total de 219 jogos, 37 dos quais na última época, em que a equipa espanhola reconquistou a Liga Europa.

Depois da estreia pela primeira equipa do Sevilha em 1999/2000, pela mão do treinador Joaquin Caparrós, Reyes saiu na temporada de 2003/04 para os ingleses do Arsenal.

Posteriormente, representou Real Madrid (2006/07), Atlético de Madrid (2007/12) e Benfica (2008/09). Reyes regressou ao Atlético de Madrid até ser transferido para o Sevilha, em 2011/12.

Pelo Sevilha, com o treinador Unai Emery, o médio conquistou duas Liga Europa, em 2013/14 e 2014/15.
Lusa
  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22