sicnot

Perfil

Desporto

Arturo Vidal envergonhado por ter desiludido os chilenos

O futebolista Arturo Vidal pediu esta quarta-feira desculpa e assumiu-se envergonhado pelo acidente que sofreu na terça-feira, quando conduzia sob o efeito de álcool, reconhecendo que falhou a todos os chilenos.

Visivelmente afetado, Vidal reconheceu que o acidente foi culpa sua e lamentou ter posto em risco a vida da sua mulher, que o acompanhava no veículo, e de "muitas pessoas" ao conduzir embriagado.

Visivelmente afetado, Vidal reconheceu que o acidente foi culpa sua e lamentou ter posto em risco a vida da sua mulher, que o acompanhava no veículo, e de "muitas pessoas" ao conduzir embriagado.

Mario Davila / AP

"Quero desculpar-me perante os meus colegas, a equipa técnica, os dirigentes e com todo o país. Falhei a todos", disse entre lágrimas o futebolista da Juventus, que sofreu o acidente no dia de folga da seleção chilena que está a disputar a Copa América. 

Visivelmente afetado, Vidal reconheceu que o acidente foi culpa sua e lamentou ter posto em risco a vida da sua mulher, que o acompanhava no veículo, e de "muitas pessoas" ao conduzir embriagado. 

O chileno explicou que esteve num casino perto de Rancagua, a cerca de 80 quilómetros da capital, e que bebeu duas bebidas antes de sofrer o acidente, quando regressava a Santiago para reintegrar-se na concentração do Chile.

"Custa-me muito falar. Estou muito envergonhado com o que aconteceu", disse, prometendo dar o máximo para ajudar a sua seleção a ganhar a Copa América. 

Na terça-feira, Vidal teve um aparatoso acidente quando conduzia sob o efeito de álcool -- o teste revelou 1,2 gramas de álcool por litro de sangue.

O acidente aconteceu por volta das 22:00 locais de terça-feira, perto de Santiago, e envolveu um segundo automóvel, cujo condutor não sofreu ferimentos.

Por seu lado, Vidal sofreu feridas leves e foi atendido no hospital, enquanto a sua esposa teve feridas "de média gravidade".

O futebolista foi hoje libertado, mas, de acordo com fontes judiciais chilenas, citadas pela EFE, o médio da Juventus ficou com a carta de condução retida e tem a obrigatoriedade de se apresentar mensalmente durante o período em que decorrer o processo.

Depois de ser posto em liberdade, Vidal juntou-se à restante comitiva da seleção chilena no centro de estágio, onde o selecionador do Chile, o argentino Jorge Sampaoli, disse que o médio, melhor marcador da Copa América, se mantém na equipa.
Lusa
  • Arturo Vidal sofre acidente de viação alcoolizado
    0:40

    Desporto

    O chileno Arturo Vidal foi detido na sequência de um acidente de viação quando conduzia sob o efeito de álcool. Depois de um dia de folga, o jogador estava de regresso à concentração da seleção do Chile quando sofreu um aparatoso acidente que envolveu mais três carros. Vidal e a mulher sofreram apenas sofreram ferimentos ligeiros. A polícia assegura que o jogador foi apanhado com 1.2 gramas de álcool no sangue e arrica-se agora a uma multa pesada. As causas do acidente também estão a ser investigadas.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.