sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro vai disputar medalha de ouro em -57 kg

A judoca Telma Monteiro vai disputar hoje a medalha de ouro na categoria de -57 kg dos I Jogos Europeus, naquele que será o nono pódio de Portugal em Baku, no Azerbaijão.

ROBERT GHEMENT

SRDJAN SUKI

SRDJAN SUKI

SRDJAN SUKI

ROBERT GHEMENT

A judoca natural de Almada vai disputar o seu quinto título europeu, depois das conquistas em -52 kg, em 2006 e 2007, e em -57 kg, a sua categoria atual, em 2009 e 2012, frente à húngara Hedvig Karakas, 11.ª do Mundo.

No seu melhor combate até ao momento, a líder do 'ranking' Mundial bateu a francesa Automne Pavia (sétima da hierarquia) após lhe ter aplicado 'yuko' a 2.44 minutos do fim e 'waza-ari' a 1.29.

A gaulesa, que tinha vencido três dos quatro combates frente a Telma Monteiro, tinha sido terceira no Mundial de 2014 e foi terceira classificada em Londres2012.

Num dos combates desfavoráveis à portuguesa, nos Europeus de 2013, em Budapeste, Telma Monteiro contentou-se com o bronze e Pavia sagrou-se campeã da Europa.

Telma Monteiro chegou às 'meias' nestes Europeus absolutos, inseridos nos I Jogos Europeus, após vencer a holandesa Sanne Verhagen (15.ª), por 'shido', a advertência mais fraca no judo.

No primeiro combate, Telma Monteiro tinha afastado a sérvia Jovana Rogic (22.ª), por decisão no ponto de ouro: ambas terminaram com duas penalizações, pelo que só aos 1.42 minutos do desempate a contenda foi decidida, a favor da portuguesa, por 'shido'.

Quanto aos restantes judocas portugueses, apenas Sergiu Oleinic está em prova, a discutir o bronze em -66 kg.

Portugal soma oito medalhas nos I Jogos Europeus, após as conquistas de ouro de Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e no ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo). 

A prata surgiu com João Silva no triatlo, João Costa no tiro e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros na canoagem, enquanto Júlio Ferreira (-80 kg) no taekwondo e a dupla Beatriz Martins/Ana Rente nos trampolins sincronizados conquistaram medalhas de bronze.


Lusa
  • Passos começou a fazer oposição

    Bernardo Ferrão

    É inegável a habilidade política de António Costa mas no caso da TSU e do acordo de Concertação Social só cai quem quer. A verdade dos factos é que o primeiro-ministro fechou um acordo sabendo que não o podia cumprir. E agora tenta desviar-nos o olhar para o PSD, como se fosse ele o culpado, quando o problema está na geringonça. Antes de atacar Passos, Costa devia resolver os problemas em casa com o PCP e BE.

    Bernardo Ferrão

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.