sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa eliminado na primeira ronda de Wimbledon

O português João Sousa foi hoje eliminado na primeira ronda de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada de ténis, ao perder frente ao suíço Stanislas Wawrinka, pelos parciais de 6-2, 7-5, 7-6 (7-3).

© Suzanne Plunkett / Reuters

Uma hora e 48 minutos foi o tempo que o vimaranense, 46.º da hierarquia mundial, aguentou no 'court' central frente ao 'favorito' Stanislas Wawrinka, quarto do 'ranking' ATP, que assim marcou encontro na segunda ronda com o dominicano Victor Estrella Burgos, 48.º jogador mundial.

O primeiro 'set' acabou por ser o mais desequilibrado, com o português a pagar caro o facto de apenas conseguir colocar 36% dos primeiros serviços e ter feito três duplas faltas, permitindo ao suíço concretizar dois 'break points' dos quatro que dispôs para fechar o parcial com um confortável 6-2.

"Tive um primeiro set menos bom, em que me custou entrar em jogo. Estava a ser muito defensivo e a fazer alguns erros não forçados, nomeadamente no primeiro serviço", afirmou em declarações à agência Lusa.

Na segunda partida Wawrinka 'aliviou' ligeiramente o nível de jogo, o que, a par de um João Sousa menos errático, contribuiu para um jogo mais equilibrado. O português quase duplicou a percentagem de primeiros 'saques' (64%) e conseguiu, tal como o suíço, manter os seus jogos do serviço até ao décimo jogo.

Com o marcador empatado a cinco, Sousa acabou por 'oferecer' o 'set' a Wawrinka, ao permitir a quebra de serviço, com o suíço a aproveitar o único ponto de 'break' do jogo para se colocar em posição de servir para a segunda partida, que acabaria por fechar de seguida.

Ainda mais equilibrado, o terceiro parcial acabou por ser decidido no 'tie-break', depois de ambos os jogadores chegarem ao 6-6 sem terem permitido qualquer ponto de 'break' nos respetivos jogos de serviço.

Na decisão da partida, acabaram por valer as 'pancadas' decisivas do número quatro mundial, que terminou o 'set' com 11 ases e 20 'winners', que foram aparecendo nos momentos chave do jogo. 

7-3 foi o resultado do 'tie-break' que confirmou a eliminação do único português a disputar o terceiro Grand Slam da temporada de ténis, repetindo assim o resultado de 2014 em que o vimaranense tinha também perdido frente a Wawrinka na primeira ronda.

"Tanto no segundo set como no terceiro consegui elevar o meu nível de jogo e consegui jogar da maneira que eu quis, mais agressivo. Infelizmente não consegui aproveitar as oportunidades que dispus. Apesar da derrota acho que fiz um bom encontro. O Stan teve muito bem durante todo o encontro. Nos momentos decisivos teve muito forte. É o justo vencedor", concluiu.

Lusa
  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.