sicnot

Perfil

Desporto

Equipa de futebol do Sporting iniciou exames médicos

Os jogadores da equipa de futebol do Sporting realizaram hoje os habituais exames médicos de início da nova temporada, num grupo ainda com muitas ausências.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

No dia de hoje, 22 jogadores que vão estar às ordens do novo técnico, Jorge Jesus, foram sujeitos a uma prova de esforço, a um eletrocardiograma e a um raio X.

André Geraldes, Ruben Semedo, Rosell, Labyad, Tanaka, Wallyson, Marcelo Boeck, Jonathan Silva, Ryan Gauld, Slavchev, Ewerton e Jefferson estiveram em um dos grupos numa clínica de Lisboa.

Num outro grupo estiveram André Martins, Miguel Lopes, Gelson Martins, Viola, Wilson Eduardo, Montero, Naby Sarr, Diogo Salomão, Héldon e Rabia.

Rui Patrício, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo, William Carvalho, Adrien, Carrillo, Carlos Mané e Slimani estão ainda ausentes, devido aos compromissos das respetivas seleções.

Na quarta-feira, dia marcado para o arranque oficial da nova época, os jogadores vão realizar análises clínicas, exames médicos e testes de flexibilidades e força muscular.

O médio Labyad, que na última época esteve emprestado pelos 'leões' ao Vitesse, foi uma das novidades, com o jogador a garantir que espera afirmar-se no Sporting.

"Estou diferente de quando cheguei. Na altura, tinha menos maturidade e deparei-me com uma grande cidade e um grande clube. Nem sequer falava português. Agora, já sei falar um pouco, o presidente é outro e a minha última época foi muito boa. Espero conseguir fazer o mesmo aqui e provar que posso ajudar e ser útil ao Sporting", afirmou, segundo o sítio oficial do clube.

Já o médio brasileiro Wallyson, que na última época esteve em destaque na equipa B do Sporting, garante que vai dar o máximo para convencer Jorge Jesus.

"O que fiz no ano passado pode ajudar, mas não significa nada. É um novo começo, por isso tenho de fazer tudo de novo, mas ainda melhor do que antes. Estou 100% focado na pré-época e quero dar o meu máximo", salientou.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos poucos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.